Antenas de transmissão

EUA adotam novo padrão de transmissão na TV aberta com suporte a 4K

Luiz Nogueira, editado por Cesar Schaeffer 11/07/2019 09h12
Compartilhe com seus seguidores
A A A

O país entra para a lista dos que estão adotando o sistema ATSC 3.0, que permite transmissão de conteúdo 4K a 120 Hz pelo ar nos canais de TV aberta

Com o avanço nas tecnologias de projeção de imagens, é normal que os serviços de transmissão passem pelo mesmo período de adaptação. No Brasil, mesmo com a chegada das televisões que suportam conteúdo em 4K, as nossas transmissões de TV aberta ainda ao máximo imagens em Full HD.


Nos Estados Unidos, um novo padrão começa a surgir. As emissoras de TV aberta do país estão começando a transmitir seus programas usando a tecnologia ATSC 3.0, que possibilita que sinais de vídeo em resolução 4K a 120 quadros por segundo sejam enviados pelo ar, assim como as transmissões são realizadas atualmente.

Esse padrão já é adotado por diversos países como Canadá, México e Coreia do Sul desde 2017, quando a versão 3.0 entrou no ar juntamente com os preparativos para as transmissões dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018 em PyeongChang.

As imagens transmitidas usando o sistema ATSC 3.0 podem chegar a resoluções de até 3840x2160 pixels, com uma gama de cores bastante ampla. Essas são as mesmas especificações adotadas pelos sistemas HDR10 e Dolby Vision, que garantem uma melhora no contraste e no alcance dinâmico nos equipamentos compatíveis.

Junto de imagens mais nítidas, temos cenas mais suaves e fluídas, isso graças a taxa de atualização da tela, que pode chegar a 120Hz, o dobro do atual. Mesmo com essa melhora nos quadros, não há um consumo de banda maior, já que o novo padrão utiliza um novo codec chamado de HEVC, que permite imagens melhores com a mesma quantidade de dados.

Mesmo com todas as melhorias que essa tecnologia pode trazer, há algumas coisas que devem ser levadas em conta, como por exemplo, com a adoção desse novo padrão, as emissoras não precisarão mais recorrer a medidores de audiência para saber o que seus espectadores estão assistindo, eles terão acesso a esses dados.

Não que isso já não ocorra em alguns canais de TV por assinatura, mas seria algo inédito no sistema de televisão aberto. Com esses dados em mãos, as emissoras podem passar a direcionar anúncios de acordo aos gostos do consumidor.

Ainda não há TVs ou sintonizadores que adotam os novos padrões a venda nos EUA, apesar de algumas transmissões de teste já estarem ocorrendo. Estima-se que a transição completa ocorra em alguns anos. No Brasil, já foi comentado sobre a mudança nos padrões de transmissão atuais, que está em vigor desde 2007, mas nada foi concretizado até o momento.

Veja um vídeo que ilustra o funcionamento da tecnologia:

Via: Tecnoblog

TV Digital TV por assinatura TV 4K transmissão ao vivo TV a cabo TV 4k
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você