liberator arma impressora 3D

EUA liberam impressão 3D de armas de fogo a partir de agosto

Renato Santino 26/07/2018 21h30
Compartilhe com seus seguidores
A A A

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos tomou uma decisão polêmica nesta semana. Foi determinado que arquivos com as instruções para a criação de armas em impressoras 3D podem ser distribuídos pela internet livremente, abrindo caminho para que qualquer um possa criar suas próprias armas de fogo em casa.

Embora os EUA tenham uma legislação bastante aberta ao porte de armas, a questão das armas feitas em impressoras 3D é complexa por alguns motivos. O primeiro deles é o fato de que, por serem feitas de plástico, as armas não seriam percebidas por detectores de metal. O outro fator importante é que esse equipamento não terá um número de série nem seria registrado por um governo, tornando-o irrastreável em caso de uso para fins malignos.

Foi com esses argumentos que em 2013 foi banida a distribuição dos arquivos para a criação das primeiras armas criadas com a tecnologia de impressão 3D; o modelo se chamava “Liberator”. O governo determinou que os documentos fossem removidos da rede, mas o fato é que é difícil eliminar algo da internet, e então milhares de pessoas fizeram o download clandestino do conteúdo, e não é difícil achar esse material online hoje em dia.

Cody Wilson, autor da Liberator e fundador da Defense Distributed, empresa que visa projetar e distribuir arquivos CAD para produção dessas armas encabeçou a luta para que esse tipo de material voltasse a ser formalmente liberado pelo governo americano. Com a autorização do Departamento de Justiça, ele afirma que os arquivos poderão ser baixados a partir de 1º de agosto.

Impressora 3D impressão 3D
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você