EUA vão vasculhar o Facebook de quem pedir visto para entrar no país

O Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos (DHS, na sigla em inglês) começará a procurar informações nas redes sociais quando tiver de decidir se concede visto a quem deseja entrar no país.

Segundo reporta o Wall Street Journal, nem todo visitante terá sua vida virtual vasculhada. A atitude é uma resposta ao ataque que deixou 14 pessoas mortas na Califórnia recentemente, então aparentemente o governo tomará atitudes apenas quando julgar que há necessidade de desconfiar.

O ataque em questão foi realizado pelo casal Syed Rizwan Farook e Tashfeen Malik. A esposa, Malik, passou a maior parte da vida morando entre Paquistão e Arábia Saudita, tendo se mudado aos EUA em 2014 com visto de noiva. No dia do tiroteio, ela usou uma conta registrada com pseudônimo no Facebook para jurar lealdade ao Estado Islâmico.

Atualmente há três programas pilotos envolvendo investigações pelas redes sociais em operação pelo DHS, mas não está claro quão rapidamente o novo processo seria implementado. As autoridades não divulgaram informações sobre datas e nem que tipo de informações e sites serão vasculhados para não revelar demais acerca do novo esquema de segurança.

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ