Drone

Exército dos EUA abre competição para fornecimento de drones

Redação Olhar Digital 12/08/2019 10h38
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Quatro empresas oferecerão drones com capacidades bem distintas para tentar ganhar um contrato no valor de US$ 99,5 milhões

O Exército dos Estados Unidos está procurando por um novo drone. Há alguns meses atrás, parecia que eles estavam fechando com a empresa privada Martin UAV e negociando publicamente com a Textron. Porém, no fim do mês passado, essa competição foi aberta.


O Pentágono anunciou que não apenas duas, mas quatro empresas distintas terão permissão para concorrer pelo fornecimento de "pedidos" sob um contrato de até US$ 99,5 milhões. A boa notícia para Textron é que ela é uma das concorrentes, assim como a Martin UAV, mas a empresa privada Arcturus UAV e a L3Harris entraram na disputa.

Drones na competição

Acredita-se que cada uma dessas companhias trará algo diferente para a competição. A Textron, por exemplo, deve oferecer ao exército seu Aerosonde UAV, um drone autônomo com capacidade de voo de até cerca de 140 quilômetros. 

A Martin UAV fará parceria com a gigante de defesa Northrop Grumman para licitar seu "V-Bat", um UAV menor de lançamento e aterrissagem vertical com capacidade para viajar mais de 560 quilômetros sem reabastecimento.

Enquanto isso, a Arcturus estará imitando Martin com um sistema de lançamento e aterrissagem vertical chamado "JUMP". Aproveitando ao máximo as capacidades que este método de lançamento permite, no entanto, mais de 5 metros de envergadura.

E, por fim, a L3Harris deve oferecer seu drone APEX, uma aeronave de envergadura de 4 metros que é lançada por catapulta e possui um alcance de cerca de 100 quilômetros.

Enquanto todos os quatro drones parecem satisfazer a exigência do Exército para um veículo independente que possa ser lançado de qualquer lugar, os concorrentes da L3 e da Textron exigem equipamentos extras na forma de uma catapulta para lançá-los.

Em contraste, tanto Martin quanto Arcturus têm trabalhado em torno desse obstáculo com bastante eficácia, tornando seus drones capazes de lançamento vertical e aterrissagem vertical.

Via: The Motley Fool

 

avião Drone drones EUA guerra
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você