Facebook comenta prisão de executivo no Brasil: 'medida desproporcional'

Por meio de um porta-voz, o Facebook decidiu comentar oficialmente a prisão de Diego Dzoran, vice-presidente da empresa na América Latina. O executivo foi detido pela Polícia Federal em sua residência, no bairro do Itaim Bibi, zona sul da cidade de São Paulo, na manhã desta terça-feira, 1.

"Estamos desapontados com a medida extrema e desproporcional de ter um executivo do Facebook escoltado até a delegacia devido a um caso envolvendo o WhatsApp, que opera separadamente do Facebook", disse o comunicado da rede social. "O Facebook sempre esteve e sempre estará disponível para responder às questões que as autoridades brasileiras possam ter."

O pedido de prisão foi feito por um juiz de Sergipe e executado pela Delegacia Repressão Entorpecentes São Paulo. O motivo, segundo a PF, foi o descumprimento de ordem judicial. A situação é semelhante à que levou ao bloqueio do WhatsApp no final do ano passado.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ