Facebook

Facebook deve rever suas políticas contra nudez após protestos

Henrique Freitas, editado por Roseli Andrion 05/06/2019 21h30
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Artistas consideram que as diretrizes atuais impedem a divulgação de seus trabalhos

Depois de se ver cercado por uma manifestação ao redor de seu escritório de Nova York, no domingo (2), o Facebook decidiu reconsiderar suas políticas de exposição de nudez. Na ocasião, pouco mais de 100 pessoas se reuniram para protestar contra a censura na rede social, em atividade impulsionada pela Coalizão Nacional contra a Censura (NCAC).


A equipe de políticas e normas do Facebook se comprometeu a convidar um grupo de artistas, educadores de arte, curadores de museus e ativistas, além de funcionários da própria rede social, para examinar como a plataforma pode servir melhor a manifestações artísticas. Isso incluiria uma reconsideração das atuais diretrizes de nudez, de acordo com uma nota da NCAC.

"Estamos trabalhando diretamente com representantes da equipe de políticas do Facebook e eles nos informaram sobre seu compromisso de reunir esse grupo com nossa colaboração", declara Nora Pelizzari, diretora de comunicações da NCAC, em um email. Ela acredita que a reunião deve acontecer até o fim do verão norte-americano, em agosto. Até lá, explica, é difícil saber quais serão os próximos passos.

Atualmente, o Facebook faz concessões para abrigar conteúdos com nudez na rede social. Alguns artistas dizem que isso restringe o compartilhamento de seu trabalho na rede. O Facebook não respondeu a um pedido de comentário da CNet.

Fonte: CNet

Facebook política de uso Arte
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você