Facebook é acusado de esconder notícias com viés político específico

O Facebook recebeu uma acusação séria, partindo de várias fontes que trabalharam na rede social: a empresa estaria trabalhando para suprimir conteúdo com determinado viés político nos Estados Unidos, mais especificamente do espectro conservador.

Para quem não sabe, o Facebook possui uma ferramenta de Trending Topics (chamados de Itens Populares no Brasil), similar à do Twitter, que destaca os assuntos que estão em alta na rede social. Esta ferramenta recebe uma curadoria humana e, portanto, não é automatizada nem totalmente neutra. Segundo a acusação do site Gizmodo, vários jornalistas que realizaram a função afirmam ter interferido nesta ferramenta com orientações políticas.

O jornalista que falou com o Gizmodo afirma que a equipe propositalmente impediu notícias sobre a conferência conservadora CPAC, sobre os políticos Mitt Romney e Rand Paul (ambos do Partido Republicano, identificado com os interesses conservadores) e outros temas similares de aparecerem nesta seção do site, mesmo que as informações estivessem organicamente se espalhando pelos usuários da rede social.

Que fique claro: a acusação não fala do que aparece no feed de notícias, que é determinado por um algoritmo misterioso e teoricamente imparcial. A informação se restringe ao que é destacado na área de Trending Topics apenas.

De acordo com a publicação, estas pessoas, jornalistas que trabalharam como terceirizados para o Facebook, afirmaram receber instruções para “injetar” artificialmente algumas notícias do módulo de Itens Populares, mesmo que não fossem populares o bastante para isso. Além disso, eles também foram orientados a não incluir notícias sobre o próprio Facebook neste espaço.

A rede social, por sua vez, se manifestou por meio de um comunicado para negar todas as acusações:

“Levamos acusações de viés muito a sério. O Facebook é uma plataforma para as pessoas e perspectivas de todo o espectro político. O Itens Populares apresenta os assuntos e as hashtags populares que estão sendo comentadas no Facebook. Existem diretrizes rigorosas em vigor para a equipe de análise para garantir consistência e neutralidade. Estas diretrizes não permitem a supressão de perspectivas políticas, nem permitem a priorização de um ponto de vista sobre outro, ou de um site de notícias sobre outro. Estas diretrizes não proíbem nenhum site de notícias de aparecerem nos Itens Populares”

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ