Facebook é multado em R$ 4,5 milhões por desrespeitar privacidade de usuários

Há alguns meses, o Facebook tem sido alvo de órgãos reguladores na Europa por conta dos bilhões de dólares que ganha com publicidade direcionada. Nesta semana, mais um país europeu decidiu multar a empresa por supostamente desrespeitar a privacidade dos usuários.

Um órgão regulador de mídia na Espanha condenou o Facebook a pagar 1,2 milhão de euros, o que equivale a R$ 4,5 milhões em conversão direta. A Autoridade de Proteção aos Dados da Espanha (APD) disse que a rede social usa "termos genéricos e pouco claros" para explicar o que faz com as informações que coleta dos usuários.

Além disso, a APD afirma na decisão que o Facebook não faz o suficiente para garantir que os usuários ofereçam seu consentimento para a coleta e o uso de seus dados pela empresa. Em nota enviada ao site The Next Web, porém, um porta-voz da rede social disse que a companhia discorda da interpretação dos espanhóis e que vai recorrer da decisão.

"Usuários escolhem quais informações eles querem adicionar aos seus perfis e compartilhar com outras pessoas", disse a empresa. "Entretanto, nós não usamos essas informações [do perfil] para direcionar publicidade às pessoas", conclui o Facebook, que afirma ainda que "respeitosamente discorda" da decisão da APD.

A Espanha, porém, não é o primeiro país europeu a condenar o Facebook por suas práticas na região. Em junho do ano passado, a empresa recorreu de uma decisão semelhante na Bélgica e venceu o processo, argumentando que, como seu data center ficava na Irlanda, a decisão do que a empresa faz com os dados do usuário deve respeito somente às leis irlandesas.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ