Galaxy Note 7 é proibido em bagabem despachada na Índia

O Diretorado Geral de Aviação Civil da Índia (DGCA na sigla em inglês) proibiu passageiros de vôos no país de despachar smartphones Galaxy Note 7 na bagagem. Os dispositivos só serão permitidos em vôos se estiverem na bagagem de mão dos passageiros e forem mantidos desligados durante toda a viagem, de acordo com o The Next Web.

Segundo o Times of India, a decisão do órgão regulatório indiano foi emitida apenas algumas horas a FAA (agência de aviação dos EUA) publicar um aviso semelhante. A autoridade norteamericana "recomendou fortemente" que os passageiros não despachassem o dispositivo em suas bagagens, e que não ligassem ou carregassem smartphones desse modelo durante o vôo.

Cuidados aéreos

A Índia não é o primeiro país a tomar medidas contra o uso do recém-lançado smartphone da Samsung em vôos. Na Austrália, três companhias aéreas proibiram seus passageiros de usar o dispositivo durante as viagens, por medo de que ele viesse a explodir.

Esse medo não é infundado. Diversos relatos sobre o Galaxy Note 7 explodindo durante o carregamento já circulam pela internet. No começo dessa semana, um aparelho desses pegou fogo durante a noite enquanto carregava em um quarto de hotel na Austrália, causando R$ 4,4 mil em danos. Ontem mesmo, um cidadão dos EUA informou que o smartphone fez seu carro pegar fogo.

Ciente da situação e do risco ao qual o aparelho expõe seus usuários, a Samsung já suspendeu as vendas, anunciou um recall do dispositivo e atrasou o lançamento dele no Brasil. Essa medida pode custar mais de US$ 1 bilhão à empresa.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ