Google anuncia primeira versão do Android N e dá pista do novo nome

Surpresa! O Android N já existe, e ele deve mesmo se chamar “Nutella”. O Google antecipou o lançamento da primeira versão de testes do novo sistema operacional, ainda sem nome oficial, mas com uma forte indicação de que ele receberá o apelido do creme de chocolate com avelã. 

Hiroshi Lockheimer, vice-presidente sênior da divisão de Android, Chromecast e Chrome OS, dá a dica em sua página no Medium. No último parágrafo, ele usa a expressão “nut tellin' you yet” para se referir ao nome do Android. A brincadeira é que a expressão “not telling you yet” significa “não vamos contar para você ainda”. Ao escrever propositalmente a variação “nut tellin'”, a referência a “Nutella” é bem clara. 

Nomes à parte, o sistema foi liberado em sua primeira versão de preview, indicada para desenvolvedores (ou para usuários muito aventureiros). A ideia do Google é lançar a versão final no terceiro trimestre, o que é uma mudança signficativa nas práticas da empresa, que costumava atualizar o sistema só em outubro e novembro. 

O que há de novo?
O Android N ainda está bem cru, mas já traz algumas novidades. Uma delas é a possibilidade de responder mensagens diretamente da barrinha de notificações. Também é possível juntar várias notificações de um só aplicativo, para evitar o acúmulo desnecessário. 

Outra diferença é que o Android, pela primeira vez, terá suporte nativo para tela dividida. Alguns aparelhos, como os da Samsung, já tinham a funcionalidade, mas ela era própria da TouchWiz, criada pela empresa, e não do Android. Com a novidade, será possível rodar dois aplicativos lado a lado na mesma tela, tanto em celulares quanto em tablets. O pedido pelo recurso é antigo, principalmente para usuários do Android em tablets.

Além da possibilidade de rodar aplicativos lado a lado, o Google também vai implantar um modo picture-in-picture, que permite que vídeos, como no caso do YouTube, continuem rodando em uma janela pequena, flutuando sobre a interface e outros aplicativos.

Posso usar o Android N?
A versão é recomendada para desenvolvedores, que podem ter acesso às novidades antes para que possam adaptar seus aplicativos quando a versão final for lançada. Isso dito, não há nada que impeça os usuários comuns aventureiros de instalarem a nova versão em seus celulares, desde que tenham ciência de que não se trata de uma versão final, e que bugs e problemas de todos os tipos podem e devem acontecer. O cadastro poderá ser feito neste link, que só será habilitado mais tarde, infelizmente, e atualização poderá ser feita over-the-air, ou seja, diretamente pelo Wi-Fi, sem precisar de cabos ou mexer em configurações profundas do aparelho para instalar uma ROM diferente.

Há um obstáculo para os brasileiros, no entanto. Inicialmente, apenas Nexus 6, Nexus 5X, Nexus 6P, Nexus Player, Nexus 9, e o Pixel C receberão o update por OTA. Nenhum destes aparelhos foi oficialmente lançado no país.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ