Google Chrome

Google começa a lutar contra extensões 'espiãs' para o Google Chrome

Luiz Nogueira, editado por Rafael Rigues 26/07/2019 12h01
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Os desenvolvedores de extensões vão ter de explicar quais permissões são solicitadas, por que e como elas são usadas. Em casos de abuso, extensões podem ser banidas da Chrome Web Store

O Google está implementando algumas novas políticas de privacidade para proteger os dados dos usuários. A empresa está questionando as desenvolvedoras de extensões para seu navegador sobre as permissões solicitadas quando são instaladas em alguma máquina.


Essa é uma maneira que a companhia encontrou para proteger os usuários de extensões que solicitam acesso a mais dados do que precisam. A gigante de buscas está pedindo que esses desenvolvedores expliquem por que precisam de cada uma das permissões solicitadas, como os usam, e se os dados obtidos são compartilhados, e com quem.

As novas atualizações fazem parte do Projeto Strobe – um projeto de segurança para que os usuários passem a ter mais controle sobre suas Contas do Google, permitindo que eles escolham quais dados cada aplicativo pode acessar.

Os desenvolvedores terão até 15 de Outubro para atualizar as informações sobre suas extensões. Caso esse prazo não seja cumprido, o Google informou que vai retirar essas extensões da Chrome Web Store.

Recentemente foi descoberto que várias extensões na Chrome Web Store estavam colhendo dados de usuários sem permissão. Essa parece ser a resposta do Google para a ameaça do roubo de dados utilizando as extensões disponíveis para seu navegador.

Via: TechRadar

Google privacidade google chrome roubo de dados
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você