Google cria plano para acelerar a web móvel

O Google anunciou nesta quarta-feira, 7, uma prévia de um sistema chamado Accelerated Mobile Pages (AMP), que visa melhorar o desempenho da web móvel. O sistema vai atuar contra possíveis “inchaços” na rede que causam retardamento da velocidade da internet.

Richard Gingras, chefe do Google News, informou que a empresa está investindo em soluções para a internet móvel pelo fato de ama a plataforma e acredita que ela pode ser melhor do que é. Além disso, o Google contará com editores como The Guardian, The Washington Post, BuzzFeed, e Vox Media. No Brasil, empresas como a Abril, Editora Globo, Folha de S. Paulo e UOL já estão neste barco.

O projeto tenta solucionar a questão da internet móvel ruim, normalmente lenta e incômoda de usar. A iniciativa open-source, que também tem o apoio do Twitter, do LinkedIn e do Pinterest, "incorpora a visão de que sites podem criar conteúdo otimizado para o mobile e vê-lo carregado instantaneamente em todos os lugares", diz o site.

O sistema está em testes técnicos, mas a iniciativa parte após uma série de programas de conteúdo externo de hospedagem. Como fez o Facebook em maio permitindo com que os editores publicassem seu conteúdo diretamente na rede social, permitindo um carregamento mais rápido aos usuários.

A medida do Google partiu também do receio de perder receita de publicidade devido à migração para sistemas fechados. Gingas comentou que a prosperidade do futuro do Google é interligada a um sucesso da própria internet. O Google e os parceiros envolvidos no projeto continuarão exercendo seus controles de publicidades e rastreamento, mas permitirão uma maior hospedagem de servidores na própria empresa, para agilizar os processos na web móvel.


Via The Verge

 

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ