Google Pay é 'relançado' com conta digital e cara de rede social

Novo aplicativo de pagamentos do Google quer se tornar uma central de pagamentos e gerenciamento de contas bancárias; novidades estreiam hoje (18) nos EUA

Wellington Arruda 18/11/2020 16h10
Google Pay
A A A

Nesta quarta-feira (18), em evento digital, o Google Pay foi "relançado" com uma série de novos recursos. A nova versão começa a ser distribuída hoje nos Estados Unidos e promete ser uma nova central para que usuários usem o sistema de pagamentos com mais comodidade.


Entre as mudanças, o Google reformulou o design do aplicativo. Agora, ele passa a ser dividido em três colunas: "Explorar", para usuários acessarem descontos e promoções; "Pay", que é a guia inicial com informações de pagamento, histórico e afins; e "Insights", que reúne informações gerais e permitirá conectar contas bancárias ao app.

Na aba principal, de pagamentos, o aplicativo passa a ser dividido em três partes: Pessoas, Grupos e Negócios. O Google diz que o novo app concentra tudo nos amigos e negócios que o usuário costuma fazer transações com frequência. Por isso, o layout das páginas também foi adaptado para um formato de "conversas".Reprodução.


Reformulação no Google Pay deixa o aplicativo com um visual mais interativo e social. Imagem: Google/Divulgação

Na apresentação, o Google informou que o aplicativo está mais voltado para relacionamentos do que para as transações, em si. Um dos novos recursos que chega com a modernização inclui pagamentos em grupo. Isso permitirá que contas sejam divididas entre múltiplos usuários – basta selecionar o valor e enviar a "conta" para os contatos.

Assim como em outros apps, tais como o Splitwise, essa novidade também mostra quais contatos já pagaram suas respectivas partes. Um visual semelhante e interativo também aparece na guia de negócios, com locais que o usuário costuma realizar compras. Assim como nos contatos, ícones desses estabelecimentos também são exibidos na página inicial, além das guias reunirem as transações já realizadas anteriormente.

Um app mais inteligente

O Google Pay agora integra uma barra de pesquisas ao aplicativo. A empresa explica que ela "permite buscar entre transações para entender como você está gastando". Segundo o Google, basta pesquisar por "comida", e então ele vai exibir transações feitas em estabelecimentos do tipo – ou em quais estabelecimentos você comprou comida, por exemplo.

O mesmo acontece ao buscar por "gasolina no último mês". A partir de uma busca do tipo, ele deverá exibir transações feitas no período relacionadas à gastos com gasolina. Ele pode, também, fazer buscas por transações e anexar fotos de recibos em papel.

Entre as novidades, o aplicativo poderá acompanhar metas e submetas para ajudar usuários a pouparem dinheiro. O recurso também está disponível na guia "Explorar", onde o usuário pode encontrar cupons de desconto em parceiros do Google e mais. A empresa cita que mais de 100 mil restaurantes já aceitam o Google Pay como forma de pagamento.

Na mesma guia, agora há um leitor de código QR para digitalizar produtos e procurá-los em outro estabelecimento, por exemplo. Ele também serve para realizar pagamentos entre usuários sem fornecer nenhum dado de contato.

Reprodução

Nova função Conta Plex do Google Pay cria uma espécie de conta digital para usuários do serviço. Imagem: Google/Divulgação

Com a Conta Plex do Google Pay, usuários poderão, entre outros, monitorar suas contas de instituições parceiras do Google. A companhia espera tornar a vida de quem não é muito organizado com dinheiro um pouco mais fácil. A novidade estreia em 2021 para clientes de 11 bancos e cooperativas de crédito nos Estados Unidos.

Segurança e privacidade

Durante o evento, o Google reforçou que o aplicativo "nunca venderá seus dados a terceiros, nem compartilhará seu histórico de transações". O Google Pay permite ao usuário escolher se deseja "usar seu histórico de transações para personalizar sua experiência no futuro", e que a opção vem desativada por padrão.

No entanto, se o usuário optar por utilizá-la, a função ficará ativa por três meses. Se ele desejar continuar, poderá decidir ao fim desse período. O Google Pay também promete avisar "quando você pode estar pagando um estranho" e traz proteções nativas contra phishing, explica a companhia.

Aplicativos Google banco digital pagamentos digitais Google Pay
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!

Recomendados pra você