Google

Google quer triplicar força de trabalho para computação em nuvem

Matheus Luque 10/10/2019 15h09
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A ideia é atingir essa meta até o final de 2020

A gigante norte-americana Google pretende triplicar sua força de trabalho voltada para clientes de serviços de computação em nuvem na América Latina, até o final de 2020.


O anúncio foi feito hoje (10) por João Bolonha, diretor do Google Cloud no Brasil, durante o Google Cloud Summit, em São Paulo. Segundo ele, "esse crescimento já começou olhando para nossas equipes no Brasil, México, Chile, Argentina e Colômbia".

Só nos últimos três anos o grupo investiu cerca de 47 bilhões de dólares em serviços de computação em nuvem, e o plano é manter esse ritmo acelerado de investimento. "Dentro da América Latina, o Brasil é o nosso maior mercado e o que cresce mais rápido", afirmou Bolonha, acrescentando que o consumo de serviços em nuvem pelos clientes saltou mais de 300% em 2018. 

O fato de que apenas 20% das empresas no Brasil migraram suas operações para serviços de computação em nuvem, é um indício de que ainda há muito espaço para crescer, apesar da concorrência cada vez mais acirrada do outros players como a Amazon Web Services, unidade de computação em nuvem da Amazon.

"Há indústrias como o varejo em que a competição é mais acirrada por uma infinidade de fatores, mas ainda resta pelo menos 80% do mercado brasileiro para ser explorado", completou Bolonha.


Via: Reuters

Google iCloud computação em nuvem
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você