Google tira da Play Store três apps infantis com 20 milhões de downloads

Princess Salon, Number Coloring e Cats & Cosplay acessavam identificadores que poderiam permitir ao desenvolvedor reconhecer e rastrear um usuário Android

Rafael Rigues 23/10/2020 13h10
Espionagem Spyware
A A A

O Google removeu da Play Store três apps Android voltados ao público infantil, que juntos tinham mais de 20 milhões de downloads. A decisão foi tomada após o International Digital Accountability Council (IDAC), uma organização sem fins lucrativos baseada em Boston, nos EUA, apontar que os apps violavam políticas da loja relacionadas à coleta de dados.


Os apps removidos são Princess Salon, Number Coloring e Cats & Cosplay. Segundo o IDAC, todos acessavam simultâneamente o Android ID (um identificador único associado a cada dispositivo Android) e o AAID (Android Advertising ID), o que pode dar ao desenvolvedor a capacidade de identificar e rastrear um usuário.

O AAID é a "chave para agregar todos os dados sobre um usuário em um só lugar". Ele dá aos anunciantes a capacidade de direcionar anúncios baseados em sinais e preferências do usuário. Esse identificador pode ser resetado, mas se o programador também tiver acesso ao Android ID, que é fixo, é possivel criar uma "ponte" e conectar diferentes AAIDs.

Reprodução

Princess Salon: um dos jogos infantis removidos da Google Play Store. Foto: Reprodução

Quentin Palfrey, presidente do IDAC, afirma que "as práticas que observamos em nossa pesquisa levantam sérias dúvidas quanto à política de dados destes apps". Segundo a organização, o comportamento pode estar relacionado a kits de desenvolvimento de software (SDKs) de terceiros usados pelos apps para monetização e exibição de anúncios.

Malware e Adware são problemas para o Google

Questionado pelo TechCrunch, um porta-voz do Google respondeu "Podemos confirmar que os apps em questão foram removidos. Sempre que encontramos um app que viola nossas políticas, tomamos providências".

Outros apps de dois dos desenvolvedores (Creative APPS Tech e Libiii Tech) ainda estão disponíveis no Google Play. Versões para o iOS dos apps removidos também estão disponíveis na App Store. Mas segundo o IDAC, uma análise inicial delas não levantou as mesmas preocupações que as versões Android.

Apps que carregam malware, monitoram o comportamento dos usuários ou os bombardeiam com anúncios são alguns dos principais problemas enfrentados pelo Google em suas lojas de apps, a Play Store (Android) e a Chrome Web Store (Chrome e ChromeOS). Em janeiro deste ano, mais de 1.700 apps infectados com o malware Joker foram removidos da Play Store. Em fevereiro a empresa removeu mais de 500 extensões maliciosas da loja do Chrome. 

Fonte: TechCrunch

Google Android privacidade play store android app spyware adware app falha de privacidade
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!

Recomendados pra você