Google volta a enfrentar protestos por causa de buscador censurado na China

Elson de Souza, editado por Lucas Carvalho 27/11/2018 15h15
Google pesquisa
A A A

O Google pode voltar a enfrentar protestes de funcionários ao redor do mundo. Após queixas relacionadas à conduta da empresa em casos de abuso sexual, o novo alvo dos empregados seriam o Project Dragonfly: uma versão censurada do buscador em desenvolvimento para a China. A manifestação está recebendo o apoio da organização de direitos humanos Anistia Internacional.


Ponto central da polêmica, o Project Dragonfly tem recebido bastante questionamento ao redor do mundo. De acordo com documentos vazados, a versão censurada do Google identificará automaticamente sites bloqueados pelo governo da China e os removerá dos resultados. Isso vale também para pesquisas não permitidas por Pequim, que não retornarão resultados.

Entre as informações ocultadas pelo Project Dragonfly estariam informações sobre a liberdade de expressão, oposição políticas e assuntos atuais. Além disso, referências históricas a acontecimentos prejudiciais à imagem do regime e livros de críticas a governos autoritários também seriam removidos. Segundo a publicação do Engadget, a censura abrangeria todos os produtos do Google, incluindo busca de imagens, verificação ortográfica e sugestões de pesquisas.

As informações sobre o buscador censurado logo gerou protesto da Anistia Internacional, que abriu uma petição contra o “Project Dragonfly”. “Se o Google está considerando trocar direitos humanos por lucros na China, eles não fariam o mesmo em outros países?”, questionou o documento. A organização incentivou os funcionários a protestarem contra a criação do buscador censurado.

A princípio, os protestos nos escritórios do Google aconteceriam em países como Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Austrália, Alemanha, Hong Kong, Países Baixos e Espanha. Nos últimos anos, diversas empresas tem feito concessões ao governo da China para entrar no gigantesco mercado chinês. No caso do Google, a medida põe em xeque bandeiras históricas da companhia quanto a liberdade de expressão e de acesso à informação.

-> Google: história, curiosidades e tudo que você precisa saber sobre o buscador!

Google China
Assinar newsletter
Assine nossas newsletters e receba conteúdos em primeira mão
enviando dados - aguarde...
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!.

Recomendados pra você