Fake News no Estados Unidos

Governo dos EUA pede ajuda a Google, Facebook e Twitter contra onda de fake news

Redação Olhar Digital 29/03/2019 20h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Existe a possibilidade de o censo norte-americano de 2020 ser afetado por ataques de desinformação

De acordo com a Reuters, o governo norte-americano pretende contar com a ajuda das gigantes de tecnologia para evitar a propagação de notícias falsas sobre o censo de 2020. Entre os envolvidos nesse esquadrão de assistência aparentemente estão o Google, o Facebook e o Twitter. A rede de Mark Zuckebeg foi a única a confirmar o envolvimento, mas não está claro como exatamente as companhias vão ajudar a evitar que a desinformação afete a pesquisa.


Há relatos de que o escritório responsável pelo censo nos EUA tem feito reuniões sobre o assunto desde 2017. Isso porque, à época, passou a notar um crescimento de comentários — em fóruns como o 4chan — que incitam ataques com fake news ao departamento em 2020.

A Reuters cita, ainda, uma reunião do governo com o Google, na qual a empresa disse que "consideraria a criação de um projeto de pesquisa relacionado ao censo". O censo é muito importante nos EUA, principalmente porque sua realização permite moldar distritos eleitorais e formar colégios eleitorais, além de definir a alocação de mais de US$ 800 bilhões por ano de gastos do governo federal. 

Via: 9to5Google

Google Twitter Facebook fake news estados unidos notícias
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você