Huawei Mate X: saiba quanto custaria trazer o celular dobrável da China para o Brasil

Spoiler: não será barato

Maria Dourado, editado por Rui Maciel 18/03/2019 13h22
Huawei Mate X
A A A

Na última Mobile World Congress, a Huawei anunciou o Mate X como seu representante na categoria dos dobráveis. Com uma tela maior, mais fino e compatível com redes 5G — esses diferenciais fazem com que alguns o considerem melhor que Galaxy Fold, da Samsung.


No entanto, assim como celular flexível da sul-coreana, o preço pouco convidativo do Mate X é o seu ponto fraco. Se o representante da Samsung sairá custando US$1.980, o da Huawei será ainda mais caro: US$ 2.607 (algo em torno de R$ 9.820, sem contar os impostos).

Mas, para quem testar o aparelho de qualquer jeito e tem uns bons trocados parados no banco, pode usar o site de importados Gear Best  para trazer o lançamento ao Brasil. E pela "bagatela" de R$ 16.025,16, na versão chinesa, sem algumas funções adicionais, como serviços do Google e R$ 16.166,48 na versão global, já com os recursos adicionais instalados (como você pode ver nas imagens abaixo):

Reprodução

 

O aparelho começa a ser vendido no meio deste ano, inicialmente na China. A Huawei não divulgou se os outros países receberão o modelo nesta data, mas não descartou a possibilidade de vendê-lo no Brasil. Será teria alguém disposto a desembolsar essa grana?

Sobre o Huawei Mate X

O aparelho foi apresentado em um pré-evento da Huawei, às vésperas do primeiro dia oficial da Mobile World Congress 2019, maior feira de tecnologia mobile do mundo, sediada em Barcelona. E ele apresenta credenciais de respeito: quando o dispositivo é dobrado, o usuário tem um smartphone de tela dupla OLED, sendo que cada uma tem 6,6 polegadas.

Quando as telas se transformam em uma só, o dispositivo vira um tablet com display de 8 polegadas. O design da dobradiça responsável por esse processo leva o nome de Falcon Wing. O projeto conta com mais de 100 componentes, levou três anos para ser desenvolvido e é patenteado pela Huawei.

Além de ter uma tela maior que a do Galaxy Fold, o Mate X também é mais fino que o seu principal concorrente: ele tem 5,4 mm de espessura quando aberto e 11 mm quando fechado (contra 6,9 mm aberto e 17 mm fechado do Fold).

Além disso, seu modo de transformação de um smartphone para um tablet também ocorre de maneira diferente do Fold: ele se abre no sentido contrário, com a segunda tela ficando na traseira do aparelho e não na parte de dentro, como o acontece com o representante da Samsung. À primeira vista, nota-se que o display tem bordas menores, com melhor aproveitamento do mesmo.

Huawei Mate X: ficha técnica

  • Tela:
    • Aberta: 8" (2480 × 2200 pixels) OLED;
    • Frontal (dobrada): 6,6" (2480 × 1148 pixels) OLED;
    • Traseira (dobrada): 6,4" (2480 × 892 pixels) OLED;
  • Processador: Kirin 980 octa-core (2,6 GHz);
  • Memória: 8 GB de RAM;
  • Armazenamento: 512 GB (expansível com cartão NM de até 256 GB);
  • Câmera tripla:
    • Principal: 40 MP;
    • Ultrawide: 16 MP;
    • Telefoto: 8 MP;
  • Dimensões:
    • Dobrado: 78,3 x 161,3 x 5,4-11 mm;
    • Desdobrado: 146,2 x 161,3 x 5,4-11 mm;
    • Peso: 295 gramas;
  • Sistema: Android 9 Pie com EMUI;
  • Bateria: 4.500 mAh com carregador de 55 watts.
Huawei smartphone dobrável galaxy fold mate x
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você