debate

IBM desenvolve inteligência artificial capaz de debater com seres humanos

Gustavo Gusmão 19/06/2018 13h06
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A IBM demonstrou nesta última segunda-feira, 18, uma nova inteligência artificial capaz de debater de forma convincente com seres humanos. Chamada de Project Debater, ela foi colocada frente à frente com dois campeões de debates em um evento realizado dentro da própria IBM – e se mostrou surpreendentemente boa na argumentação, citando fontes e rebatendo falas dos adversários de forma convincente em pelo menos um dos testes.


As discussões envolveram tópicos selecionados previamente pela IBM para “garantir um debate significativo”, conforme explicou Arvind Krishna, diretor da IBM Research, no blog da empresa. Mas nada de passar os assuntos previamente para a IA, já que a ideia é usá-la futuramente para resolver problemas que não estão no script. A Project Debater na verdade conta com um banco de dados com materiais sobre 100 áreas de conhecimento, como explica o The Verge, e precisou montar seus argumentos com base nisso, apenas minutos antes de começar a falar.

O tempo de preparação foi o mesmo dado à sua “adversária” no primeiro debate, sobre subsídios do governo à exploração espacial. Como contou Krishna, a IA ficou responsável por defender o apoio estatal, e cada lado teve quatro minutos para apresentar os primeiros argumentos, mais quatro para rebater falas do “adversário” e dois para finalizar.

Nos 20 minutos de discussão, a IA citou possíveis descobertas científicas e também benefícios tecnológicos e econômicos que podem compensar os gastos do governo ao financiar a exploração do espaço, rebatendo o argumento principal de sua “rival”. Enquanto isso, a humana argumentou que o dinheiro poderia ser investido em algo que ajudasse mais diretamente as pessoas. No fim, “uma votação mostrou que a maioria dos membros da audiência achou que a Project Debater enriqueceu mais seus conhecimentos do que a pessoa”, escreveu Krishna. Uma vitória para a inteligência artificial.

Mas para que ela serve?

Desenvolvida desde 2012, a Project Debater marca uma evolução do Watson na compreensão da linguagem humana. A IBM explica no site do projeto: ela consegue entender “as nuances da fala e decidir o posicionamento de um argumento de acordo com o tópico discutido”, algo que uma IA normal, como um assistente pessoal, não conseguiria fazer.

Mas como? Quebrando a tarefa principal em várias pequenas tarefas. Segundo a empresa, o sistema entende que uma informação está associada à outra e só então começa a interpretar o restante de uma frase. Assim, em uma sentença como “O programa de radar fotográfico falha em trazer um benefício claro para a segurança” citada pela IBM, a Project Debater percebe que, mesmo com palavras positivas, a frase é negativa.

O sistema “ouve” usando um sistema já conhecido, o Watson Text to Speech, e consegue “digerir” até quatro minutos seguidos de falas. A Project Debater deverá ser útil futuramente para ajudar na tomada de decisões com base em evidências, quando argumentos imparciais são necessários – cenários não tão claros quanto aqueles em que o Watson pode ser aplicado.

O projeto ainda comete alguns erros, como a própria IBM admite – e como foi mostrado no segundo debate do evento, sobre telemedicina. O produto, portanto, ainda deve demorar para ficar pronto. Mas, conforme explicou Jeff Welser, VP da IBM Research, ao The Verge, a ideia da companhia é já começar a usar as tecnologias por trás do Project Debater em suas ferramentas, como faz hoje com o Watson.

IBM Inteligência Artificial
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você