Inteligência artificial

IBM e MIT se unem para usar computação quântica no aprendizado de máquinas

Juliana Américo, editado por Leonardo Pereira 07/09/2017 17h10
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A IBM e o MIT acreditam que podem acelerar as pesquisas em inteligência artificial, por isso, ambos se uniram para investir em um novo centro de pesquisa. Entre os trabalhos, estarão a inclusão da AI na computação quântica.


Conforme relata o Mashable, foram investidos US$ 240 milhões no centro, chamado MIT-IBM Watson AI Lab, que será focado em como o hardware pode ajudar a energizar e desenvolver tecnologias de aprendizado de máquina.

Segundo o vice-presidente sênior da IBM, John Kelly III, o campo da inteligência artificial experimentou um crescimento e um progresso incríveis ao longo da última década. "No entanto, os sistemas de AI atuais, tão notáveis como eles, exigirão inovações para enfrentar problemas cada vez mais difíceis do mundo real para melhorar nosso trabalho e vida", afirma.

Uma dessas tecnologias nascentes é a computação quântica. A tecnologia possui um poder de computação muito maior graças à sua capacidade de manter bits em múltiplos estados ao mesmo tempo. A computação tradicional, por sua vez, só pode ter bits que estão ligados ou desligados.

O aprendizado de máquina, que os pesquisadores usam cada vez mais para treinar sistemas de AI, pode tornar-se ainda mais rápido e mais poderoso com computadores e materiais quânticos.

O laboratório também analisará a forma como novos materiais de computação, principalmente para processamento e armazenamento, poderiam aumentar o poder de computação e outros esforços de desenvolvimento de AI.

IBM MIT Inteligência Artificial
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você