Inteligência artificial

Inteligência Artificial pode ser mais eficiente para comprimir imagens

Guilherme Preta, editado por Fabiana Rolfini 20/02/2020 12h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Responsáveis pelo JPEG busca provas de que a IA pode fazer melhor que as atuais tecnologias, neste sentido

O Joint Photographic Experts Group (JPEG), comitê responsável pelos padrões relacionados à imagem JPEG, pretende explorar uma nova forma de comprimir imagens usando Inteligência Artificial. Denominado JPEG AI, o programa foi lançado em 2019 e visa encontrar provas de que a IA pode fazer um trabalho melhor que as atuais tecnologias para obter uma melhor compactação com grandes bancos de dados de imagens.


“Esta atividade tem como objetivo encontrar evidências de tecnologias de codificação de imagens que oferecem eficiência de compactação substancialmente melhor quando comparadas às abordagens convencionais”, afirmou o comitê.

Usar IA para ajudar em meios de fornecer mídia de alta qualidade com eficiência não é algo novo. A Netflix desenvolveu em 2017 um código com a tecnologia para mercados emergentes onde pessoas costumam utilizar seus pacotes de dados para assistir seu conteúdo. Além disso, diversos pesquisadores apresentaram trabalhos sobre compressão de imagens por meio de modelos com aprendizado de máquina.

A nova forma mais eficiente de comprimir imagens, se descoberta, será apresentada em outubro, durante a Conferência Internacional de Processamento de Imagens (ICIP), em Abu Dhabi.

Via: The Next Web

Inteligência Artificial IA imagem JPEG
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você