iphone 11

iPhones armazenam imagens no Google Fotos com qualidade superior à do Pixel 4

Renato Santino 18/10/2019 18h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Formato de compressão no iPhone torna mais vantajoso para o Google armazenar imagens em qualidade original do que comprimi-las para JPG

Nesta semana, o Google revelou ao mundo o Pixel 4 com uma surpresa: a empresa não oferece mais armazenamento ilimitado para fotos em qualidade original no Google Fotos, o que significa que as imagens passam por um processo de compressão e perda de qualidade antes serem de enviadas para a nuvem. Sabe quem não tem essa restrição? Usuários de iPhones, surpreendentemente.


Um usuário do Reddit notou essa peculiaridade. O que acontece é um tipo de brecha relacionado à forma como o iPhone comprime as fotos tiradas com sua câmera. A Apple utiliza o formato HEIC/HEIF para salvar suas imagens, que é uma tecnologia muito mais moderna e eficiente de compressão do que o JPG, que já tem 25 anos de estrada e é utilizado no Pixel e em praticamente todo o resto do mundo.

O que acontece é que as fotos no formato HEIC/HEIF mantém a qualidade do formato JPG, só que ocupando muito menos espaço. Assim, é mais vantajoso para o Google armazenar essas imagens no Google Fotos em seu tamanho original do que “comprimi-las” em JPG, o que faria com que elas, na verdade, aumentassem de tamanho. Ao fazer isso, o Google gasta menos com armazenamento das imagens e usa menos poder computacional para realizar a conversão.

Enquanto isso, usuários dos aparelhos da linha Pixel dependem de uma oferta para armazenar suas fotos em qualidade original. Quem comprou o Pixel 1 tem a promessa de armazenamento ilimitado de fotos para sempre, enquanto usuários do Pixel 2 e 3 têm a oferta limitada a três anos. No Pixel 4, não há qualquer tipo de promessa, e a empresa vai direcionar os usuários ao Google One, serviço de armazenamento em nuvem pago.

Isso dito, o formato HEIC/HEIF não é proprietário da Apple, e outras empresas podem adotá-lo para armazenar suas fotos. O Android possui tecnicamente suporte à tecnologia desde a versão 9, mas poucos aparelhos fazem uso do formato. Um deles é o Galaxy S10, da Samsung, que também tem essa vantagem sobre o Pixel. Teoricamente, o Google poderia adicionar a função no Pixel 4 no futuro, mas ainda não há informação sobre isso.

Vale notar, no entanto, que essa vantagem do iPhone é válida exclusivamente para fotos. Os usuários do celular da Apple que tentarem armazenar vídeos no Google Fotos ainda terão o conteúdo comprimido para a resolução máxima de 1080p.

iPhone Google Apple google pixel iphone 11 google pixel 4 iPhone 11 Pro iPhone 11 Pro Max
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você