iPhones ficam mais baratos no Brasil

Nessa terça-feira, 13, a Apple revelou três novas versões do seu smartphone: o iPhone 8, o iPhone 8 Plus e o iPhone X, que se lê como "iPhone 10". Este último chamou a atenção não só pela mudança drástica de design, mas principalmente pelo preço: US$ 1.000, o mais caro celular já produzido pela Apple.

Mas, como sempre, época de lançamento de iPhone também significa queda nos preços dos iPhones antigos. E foi isso o que a Apple fez menos de 24 horas depois, como pode ser notado em seu site oficial. O iPhone 7, lançado no ano passado, por exemplo, ficou quase R$ 300 mais barato na versão mais básica de 32 GB, e agora custa R$ 3.199 no Brasil.

Já o iPhone 7 Plus de 32 GB, primeiro da marca a vir com câmera dupla, agora está abaixo da barreira dos R$ 4.000, e passou a custar R$ 3.799. As versões de 128 GB dos dois modelos da geração iPhone 7 também ficaram mais baratas.

Já o iPhone 6s, lançado há dois anos, passou a custar R$ 2.499 na versão de 32 GB. Foi a maior queda na geração 6s, que antes custava quase R$ 500 mais caro. Já o iPhone 6s Plus de 32 GB agora pode ser comprado por R$ 3.000, quase R$ 400 mais barato do que uma semana atrás.

Uma das maiores quedas foi a no preço do iPhone SE, aparelho que tem hardware de iPhone 6s e tamanho de iPhone 5 - tela de apenas 4 polegadas. O modelo de entrada, com 32 GB de memória interna, custa agora R$ 2.000, o que representa uma queda de R$ 500 em relação ao preço praticado até dois dias atrás.

Por enquanto, porém, as novas gerações - iPhone 8, iPhone 8 Plus e iPhone X - ainda não têm data de lançamento e nem preço anunciados para o Brasil.





RECOMENDADO PARA VOCÊ