Jornalista diagnosticada ao vivo

Jornalista que transmitiu exame ao vivo está curada do câncer

Vinicius Szafran, editado por Rafael Rigues 31/10/2019 14h10
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Ali Meyer aceitou transmitir sua mamografia no Facebook Live no ano passado e acabou descobrindo a doença

No ano passado a jornalista norte-americana Ali Meyer, da rede Oklahoma's News Channel 4, fez uma transmissão ao vivo no Facebook Live de sua mamografia e acabou descobrindo um câncer. Um ano depois, Meyer está curada, e voltou a falar sobre a luta contra a doença.


A jornalista aceitou transmitir online sua consulta, como forma de incentivar outras mulheres durante a semana de conscientização do câncer de mama no ano passado. Foi sua primeira mamografia, meses após completar 40 anos. Imaginando que seria apenas um exame de rotina, Meyer foi surpreendida com o diagnóstico de câncer.

Poucos momentos após receber a notícia, a jornalista falou com a câmera, em meio às lágrimas: "Certo, eu estava esperando uma mamografia de rotina, e não foi assim que aconteceu. Eu tinha certeza de que não teríamos nada hoje, mas aqui estamos."

Meyer foi diagnosticada com uma forma não invasiva de câncer de mama ductal no seio direito. Apesar de ser uma formas menos perigosa da doença, a repórter demonstrou estar muito abalada. "Tem sido difícil e chocante. É algo que agita você em sua essência", comentou ela. "Mas eu farei uma ressonância magnética na próxima semana para confirmar exatamente com o que estamos lidando e então bolar um plano de ação."

Eventualmente, a âncora do KFOR acabou aceitando seu diagnóstico, inclusive deixando as câmeras seguirem sua recuperação - sua cirurgia reconstrutiva com o cirurgião plástico Dr. Oscar Masters chegou a ser gravada.

Masters disse que os avanços nas técnicas de operação deram às mulheres uma chance muito maior recuperação, além de permitir que as cirurgias de reconstrução resultem em algo muito mais natural. Agora, um ano depois do diagnóstico, Meyer está livre do câncer e foi informada de que ela "muito provavelmente está completamente curada".

A jornalista agora busca encorajar mais mulheres a visitar um médico e realizar todos os exames necessários a fim de descobrir a doença nos estágios iniciais. "Meu resultado foi melhor porque minha mamografia encontrou o câncer antes mesmo de eu saber que ele estava lá", complementou Meyer.

Saúde Câmeras Medicina Streaming Mídia Facebook Ciência Mídias sociais estados unidos EUA telemedicina transmissão ao vivo câncer doença sistema de saúde doenças câmera
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você