LG deve voltar atrás e lançar G6 sem design modular

Um dos principais diferenciais do LG G5, o último celular top de linha da LG, era o seu design modular. O dispositivo podia ser facilmente aberto para a retirada e troca da bateria, e podia até mesmo ter outros módulços acoplados à sua parte inferior. E embora o Moto Z também tenha se aproveitado dessa tendência, a própria LG voltou atrás e não fará a mesma coisa no G6, seu próximo top de linha, segundo o Wall Street Journal.

De acordo com a empresa, a modularidade ficará em segundo plano no design do G6. O principal foco da empresa será em "estética e usabilidade". Embora a empresa não chegue a dizer com todas as letras que o dispositivo não terá qualquer aspecto modular, ela deixa claro que seu próximo smartphone não usará isso como um diferencial, como fez o G5.

Pisando com cuidado

Segundo o Engadget, o dispositivo não deve trazer muitas surpresas. Seu preço deve ficar entre US$ 500 e US$ 600, e ele deve ser lançado em fevereiro durante a Mobile World Congress. É provável que ele seja mais parecido com os últimos dispositivos da Samsung, uma vez que a LG sinalizou que está abandonando suas ideias mais diferentes.

Essa decisão relativamente conservadora, no entanto, faria sentido para a LG. O G5 acabou ficando para trás diante dos lançamentos da Samsung. Ele ainda chegou ao Brasil numa versão "desfalcada", com preço de top de linha mas performance intermediária

Por outro lado, ainda que o aparelho não tenha tido tanto sucesso comercial, ele foi relativamente influente no mercado. Além de seu aspecto modular ter aparecido também no Moto Z, o seu esquema de duas câmeras traseiras também se tornou uma espécie de tendência - especialmente após o lançamento do iPhone 7 Plus.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ