MacBook Air com chip M1 é mais rápido que um iMac de 27"

Resultados de testes de desempenho dos primeiros Macs com o novo processador da Apple mostram que a empresa não estava brincando quando disse que o M1 tem os núcleos de CPU 'mais rápidos do mundo'

Rafael Rigues 12/11/2020 16h11
apple M1
A A A

Os novos Macs com o processador M1, da Apple, só chegarão às mãos dos consumidores a partir da próxima terça-feira (17). Mas os primeiros resultados de testes de desempenho das máquinas já estão aparecendo no ranking de apps como o Geekbench, e são impressionantes.


Um deles mostra o novo MacBook Air (chamado pela Apple de MacBook Air 10,1), que rodando a 3,2 GHz obteve 1687 pontos no teste "Single Core" (onde apenas um dos núcleos da CPU é usado), e 7433 pontos no "Multi Core", teste onde todos os oito núcleos do M1 são utilizados.

Este resultado em Single Core é mais de 35% superior ao de um iMac "Mid 2020" com tela Retina de 27" equipado com um processador Intel Core i7 de 10ª geração com 8 núcleos rodando a 3,8 GHz. Vale lembrar que o modesto MacBook Air custa US$ 999, e o iMac na configuração testada sai por US$ 2.299.

Nos testes Multi Core o Intel Core i7 do iMac ainda leva vantagem, mas a diferença é de apenas 7%, com 8.019 pontos no iMac contra 7433 no MacBook Air. 93% do desempenho por menos da metade do preço? Parece um excelente negócio.

Reprodução

Comparação do resultado de um teste "Multi Core" do novo MacBook Air 10,1 com processador M1 com outros Macs com processadores Intel. Fonte: MacRumors

O MacRumors lembra que o desempenho do Mac Mini e do MacBook Pro de 13" deve ser ainda melhor, mesmo que eles usem o mesmo processador M1 do MacBook Air. Isto porque ambas as máquinas tem uma ventoinha para dissipação de calor, o que permite que o processador rode em uma frequência mais alta por mais tempo, sem ter de reduzir o desempenho para evitar superaquecimento.

No caso do Mac Mini há ainda mais uma vantagem: como ele não funciona ligado à tomada, não é necessário reduzir o desempenho para economizar energia, o que permite que o processador "pise fundo".

Obviamente, o desempenho de uma máquina em um benchmark não necessariamente é reflexo do seu desempenho em tarefas do dia-a-dia, e um julgamento definitivo do desempenho dos novos Macs só deve surgir quando os primeiros reviews forem publicados. Mas a princípio, parece que a alegação da Apple de que o M1 tem os núcleos de CPU mais rápidos do planeta não é brincadeira.

Fonte: MacRumors 

Intel Processadores Apple Macintosh
Assinar newsletter
Assine nossas newsletters e receba conteúdos em primeira mão
enviando dados - aguarde...
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!.

Recomendados pra você