Menino sem computador faz trabalho escolar em tablet de loja

Menino sem computador faz trabalho escolar em tablet de loja

Fabrício Filho, editado por Cesar Schaeffer 12/11/2019 16h10
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Sem computador ou internet, Guilherme Santiago, de 10 anos, foi a uma loja de shopping para fazer um trabalho escolar. Vídeo do garoto do 5º ano circula nas redes sociais

Guilherme Santiago, de 10 anos, utilizou um tablet de uma loja para fazer uma pesquisa para um trabalho escolar de geografia. Um vídeo gravado mostra o exato momento em que o menino, que não possui computador e internet em casa, usa o aparelho. A iniciativa não só comoveu as pessoas que assistiram ao vídeo, como também fez Guilherme tirar nota máxima no trabalho.


"Eu não falei nada, fiquei com medo. O homem (funcionário da loja) perguntou o que eu estava fazendo. Era um trabalho sobre a Região Sul. Valia 10 e eu tirei 10", contou Guilherme. O caçula de quatro irmãos vive na comunidade Entra Apulso, em Recife, e é aluno do 5º ano da Escola Municipal Abílio Gomes. 

Apesar da escola contar com 278 estudantes, só existem 12 tablets disponíveis para fazer pesquisas e trabalhos. A irmã do garoto, Aylla Martins, comentou que esta não é a primeira vez que Guilherme vai ao shopping fazer trabalhos. "Ele gosta de estudar, comentou que já foi umas duas ou três vezes ao shopping para fazer trabalhos". 

A família, no entanto, só soube do hábito do menino após o vídeo viralizar na internet. "Na sexta (8), uma menina que mora perto da nossa casa me enviou dizendo que era o meu irmão. Perguntei se ele tinha feito alguma coisa de errado, e ela me pediu para assistir. Foi aí que a gente soube. O vídeo tinha mais de mil comentários", revelou Aylla. 

Devido ao impacto causado pela história de Guilherme nas redes sociais, Aylla entrou em contato com o responsável por publicar as imagens. "Durante a semana ele não tem como fazer (os trabalhos) em casa, e aí, sempre que precisa, ele disse que vai até lá", comunicou a irmã. 

A mãe de Guilherme, Rosali Santiago, contou que se assustou com a dimensão do caso envolvendo o filho. "O coração está acelerado, estou tomando remédios para a pressão. É por orgulho e por preocupação, por ele ficar muito exposto", disse Rosali.

Após a repercussão do vídeo, foram doados dois tablets ao jovem, que retribuiu o carinho em outra gravação. "Agradeço muito a vocês, por doar ou tentar doar. Amo vocês", disse o menino. 

Via: G1

Internet Computadores Vídeo Tablet TABLETS computador
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você