Globo de Ouro 2020

Netflix é premiada em apenas duas categorias no Globo de Ouro

Luiz Nogueira, editado por Maria Lutfi 06/01/2020 14h30
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Apesar das 34 indicações, a streaming recebeu apenas dois prêmios

A Netflix se tornou muito popular nos últimos anos por conta de suas produções originais. O serviço sempre se destacou pelos altos investimentos para conteúdo exclusivo. Tudo isso contribuiu para suas 34 indicações ao Globo de Ouro de 2020 – mais que o dobro de qualquer produtora concorrente.


Mesmo com o grande número de indicações, a streaming terminou a noite com apenas dois prêmios. Oito de suas séries e minisséries receberam 17 indicações ('Cara x Cara', 'Boneca Russa', 'O Espião', 'The Crown', 'O Método Kominksy', 'The Politician', 'Inacreditável' e 'Disque Amiga para Matar'). As outras 17 foram feitas para quatro filmes da plataforma ('Dois Papas', 'O Irlândes', 'Meu Nome é Dolemite' e 'História de um Casamento').

Entretanto, esse favoritismo parece não agradar muitas pessoas ligadas diretamente à indústria do cinema, como é o caso do apresentador da cerimônia, Ricky Gervais, que, em seu discurso de abertura, fez piada com o fato da Netflix ter diversas indicações: "Ninguém mais assiste televisão". "Todo mundo está assistindo Netflix. Esse programa deveria ser eu saindo e dizendo: 'Muito bem, Netflix, você ganha tudo", completou.

Parece que a declaração do apresentador trouxe má sorte para a empresa, que recebeu prêmios apenas por atriz coadjuvante em filme dramático (Laura Dern em 'História de um Casamento') e melhor atriz em série dramática (Olivia Colman em 'The Crown').

Ao contrário do que se pensava, os prêmios das principais categorias da noite foram quase todos para os concorrentes do serviço de streaming. A HBO venceu melhor minissérie e série de drama com 'Chernobyl' e 'Sucession', respectivamente. A Amazon, por sua vez, levou o prêmio de melhor série de comédia por 'Fleabag'.

Quando o ator Jared Harris subiu ao palco para receber seu prêmio por 'Chernobyl', brincou com o que Gervais citou no início da premiação e disse: "Viram? Nem tudo é Netflix". A noite também deu espaço para outra brincadeira envolvendo atores conhecidos e situações polêmicas do cinema.

Ao receber o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante por 'Era uma Vez em... Hollywood', de Quentin Tarantino, Brad Pitt agradeceu seu colega de elenco, Leonardo DiCaprio, e disse que "teria dividido a tábua", uma clara referência ao momento decisivo da morte do personagem de DiCaprio em 'Titanic'.

Na parte dos filmes, a decepção acabou sendo ainda maior. Três longas da Netflix foram indicados à categoria melhor drama, porém, quem levou a melhor foi o filme de guerra '1917', de Sam Mendes. Na categoria comédia ou musical, a empresa apostava em 'Meu Nome é Dolemite', que perdeu para 'Era uma Vez em... Hollywood', de Tarantino.

Amazon Netflix HBO premiação
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você