Nokia vai voltar ao mercado de smartphones com Android

Rumores que começaram a surgir no início desta semana foram confirmados nesta quarta-feira, 18, pela Microsoft. A empresa decidiu vender sua divisão de feature phones - celulares com poucas funções além de fazer ligações - para um grupo de companhias chinesas, e o negócio inclui o uso da marca Nokia.

A divisão foi vendida por US$ 350 milhões para a FIH Mobile, subsidiária da Foxconn responsável por produzir os iPhones da Apple. Outra parte foi para a recém-formada companhia HMD Global, que se encarregou de fabricar novos smartphones e tablets com a marca Nokia, mas dessa vez usando o sistema operacional Android em vez de Windows.

De acordo com a HMD, serão investidos US$ 500 milhões nos próximos três anos para o desenvolvimento de novos produtos. A Nokia, no entanto, não terá tanta participação direta no processo, cabendo à marca avaliar desempenho e se certificar que a HMD não está manchando o nome da empresa.

Já a Microsoft garantiu que isso não significa o fim do Windows Phone. A empresa espera fechar parcerias com Acer, Alcatel, HP e Vaio na produção de novos dispositivos com a marca Lumia. Do mesmo modo, o sistema Windows Mobile continuará sendo desenvolvido.

Ramzi Haidamus, da Nokia, afirmou que a HDM planeja produzir smartphones e tablets em escala global, que possam "enaltecer e aumentar o valor de marca da Nokia". As negociações dessa nova empreitada devem seguir até o final do ano, mas ainda não há uma data prevista para o retorno da Nokia ao mercado.

Via Engadget e TNW

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ