Nova Zelândia apresenta primeira assistente virtual policial

Inteligência artificial vai ajudar nas tarefas básicas da polícia neozelandesa

Nina Gattis, editado por Cesar Schaeffer 13/02/2020 18h22
Ella
A A A

A polícia da Nova Zelândia recebeu um reforço especial na última quarta-feira (12): a policial Ella, uma assistente virtual realista que usa animação em tempo real para simular interações, entrou para a equipe.


Por enquanto, Ella apenas se apresentou para a força, mas é na próxima segunda-feira (17) que ela começará a trabalhar. Inicialmente, suas principais funções serão receber visitantes na sede nacional da polícia neozelandesa, informar os funcionários humanos sobre a chegada das pessoas e direcioná-las para o local onde pegarão seus passes.

Além disso, ela poderá conversar com os visitantes sobre o procedimento de verificação da polícia, entre outros assuntos pertinentes ao ambiente de trabalho.

Após três meses de trabalho, as incumbências de Ella devem mudar. “Suas capacidades são básicas nesta fase, pois ela é uma prova de conceito, mas vemos alguns benefícios reais da tecnologia digital para pessoas se pudermos equipar a inteligência artiicial com mais conhecimento e capacidades e aprender com mais interações”, disse Mike Bush, comissário da polícia da Nova Zelândia.

As responsáveis pela inteligência artificial e pelo desenvolvimento humano de Ella são as empresas de tecnologia doméstica Intela AI e Soul Machines. Para permitir que a nova policial seja realista, as empresas a programaram com voz e linguagem corporal únicas.

Via: The Next Web

Inteligência Artificial polícia assistente virtual
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!.

Recomendados pra você