O inventor da web, Tim Berners-Lee, quer devolver os seus dados para você

O preço disso? Um sistema mais lento e necessidade de pagar por conteúdo

Clara Guimarães, editado por Camila Rinaldi 03/04/2019 11h30
Tim Berners-Lee
A A A

Tim Berners-Lee está apoiando a tecnologia de código-aberto chamada Solid que extrairá os seus dados da mão daqueles que o utilizaram para anúncios direcionados e esquemas de manipulação política e os devolverá para você. 


O Solid, plataforma que deve ser comercializada pela startup Inrupt, armazena seus dados em depósitos online e você decide com quem os compartilha e de quem os esconder. "Nós queremos usar esse marco de 30 anos para fazer uma correção no meio do caminho", disse ele. "Estamos vendo uma enorme reação contra a distopia do mundo da tecnologia por aí". 

Berners-Lee sempre teve esse posicionamento otimista sobre o uso da web, e em tempos de distopia, ele parece querer corrigir os erros que continuam a surgir, como fake news e adulterações das eleições. Inclusive, no aniversário de 30 anos da web, pediu por esforços coletivos que consertassem as doenças da rede, e o Solid deve ser o meio que ele encontrou para concretizar seu pedido.

Porém, para que sua ideia funcione na prática, ele terá que convencer muitos desenvolvedores a contruírem softwares que funcionem com o Solid, além de ter que persuadir os usuários a se contentarem em pagar pelo conteúdo, já que de acordo com ele "os anúncios são uma maneira doentia de financiar a internet".

"Com publicidade, você nunca conseguirá manter as motivações alinhadas", comentou. Esse é o principal paradoxo para os desenvolvedores de aplicativos e sites, que precisam preservar dados, para agrdar usuários, e ao mesmo tempo, servir os anunciantes que os financia, que desejam normas de privacidade frouxa para facilitar direcionamento de propagandas. 

E como sabemos, sites dirigidos por anunciantes podem ser ruins, principalmente no jornalismo, que começam a se apoiar em manipulação de informações e em matérias sensacionalistas para ganhar cliques e audiência.

Compartilhamento seletivo

Em um mundo com Solid, você escolheria com quem compartilhar os dados dos quais é propietário, apenas desse modo, a pessoa conseguiria acesso a eles. Quanto aos aplicativos, somente depois que você pagasse para utiliza-los, eles poderiam entrar no seu armazenamento e futuramente existiriam, até mesmo, apps que alcançariam vários armazéns. 

Sobrecarga no gerenciamento

A ideia porém ainda apresenta muitos problemas, como por exemplo a sobrecarga no gerenciamento de dados dos aplicativos. Um amigo pode compartilhar fotos com você, mas você não conseguiria enviar para uma terceira pessoa. Imagine, portanto, um mundo com tantos pedidos constantes por permissão de atualização das suas configurações de compartilhamento. Uma loucura, que poderia sobrecarregar o sistema. 

Contudo, para Berners-Lee, esses contratempos valem a pena para ter maior privacidade e extinguir eventos como o da Cambridge Analytica. "O projeto Solid é sobre transformar a forma como a web funciona de cabeça para baixo". 


Via: Cnet

Web privacidade tim berners-lee
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você