Operadora nada contra a corrente e mantém internet sem limite de navegação

Em meio à polêmica do limite de dados na internet fixa, uma operadora do Paraná decidiu ir contra a corrente e manter a mensalidade dos clientes sem cobrança de taxa extra ou corte após o fim da franquia contratada.

A decisão da operadora é amparada pela Anatel, que não exige que as empresas adotem a cobrança, mas também não impede a prática. Grandes empresas, como a Vivo, a NET e a Oi, já optaram pelo novo limite de navegação, o que gerou protestos de consumidores e entidades do setor.

A Copel Telecom atua em 399 municípios do Paraná. Adir Hannouche, presidente da empresa, garante que a companhia está preparada para um aumento na base de clientes, sem que haja qualquer tipo de prejuízo ao consumidor.

Para a Agência Nacional de Telecomunicações, não há irregularidade no novo método de cobrança. "A Anatel não colocará nenhum entrave à cobrança no caso do excedente da franquia. O futuro da receita do setor é o tráfego de dados e é um movimento natural que a gente passe a ver cobrança desse serviço, sob pena de não haver recursos para investimento na rede", afirmou a superintendente de Relações com os Consumidores da agência, Elisa Peixoto.


Via BandNews 

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ