Robô do MIT

Pesquisadores criam robôs controlados por gestos e atividade cerebral

Daniel Junqueira 20/06/2018 08h40
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, desenvolveram uma nova maneira de controlar robôs. Mais intuitiva para humanos do que outras formas, o método criado pelo pesquisadores usa gestos de mão e ondas cerebrais para dar ordem às máquinas.


O sistema vai ajudar no monitoramento de máquinas. Os pesquisadores usaram o mecanismo que é ativado pelo cérebro humano quando percebe que cometeu um erro e aplicaram no robô: assim, caso uma pessoa perceba que o robô fez algo errado, a atividade cerebral dela faz com que a máquina interrompa imediatamente o que está fazendo.

A partir daí, uma pessoa pode começar a fazer gestos com as mãos para selecionar a opção correta do que o robô deve fazer, de acordo com o site Engadget.

De acordo com Joseph DelPreto, um dos cientistas envolvidos no estudo, a tecnologia pode ser particularmente importante por possibilitar que as tarefas das máquinas sejam adaptadas de acordo com a necessidade humana.

Em um primeiro momento, a tecnologia pode ser especialmente útil em robôs que fazem parte de linhas de montagem, mas no futuro também é possível que ela seja usada por robôs-cuidadores de idosos, ou para ajudar pessoas com problemas de fala ou mobilidade reduzida.

Robótica MIT Robôs
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você