Dagolachan

Polícia investiga influência de fórum da deep web no massacre de Suzano

Redação Olhar Digital 15/03/2019 10h30
Compartilhe com seus seguidores
A A A

O fórum na deep web encoraja a prática de crimes, racismo, misoginia e violação de direitos humanos

A Internet é um local no qual se pode encontrar todo o tipo de informação. Dependendo do que a pessoa procura, ela pode ser direcionada para diversos locais. O Ministério Público de São Paulo investiga se uma organização criminosa que atua na Deep Web pode estar por trás do massacre ocorrido na escola em Suzano, São Paulo.


O canal em questão é o fórum "Dogolachan" e não pode ser acessado através da “Surface Web” (conteúdo indexado por mecanismos de busca padrão), mas apenas através da “Deep Web” (conteúdo não indexado por mecanismos de busca padrão). Agora, as autoridades estão investigando se integrantes deste fórum teriam auxiliado Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25, a cometer a chacina que vitimou sete pessoas dentro da escola na cidade de Suzano, na última quarta-feira.

No dia 13, os dois jovens invadiram a Escola Estadual Raul Brasil, munidos de revólver e arco e flechas, além de coquetéis molotov e uma machadinha. Antes do crime no colégio, a dupla vitimou um homem, dono de uma loja de carros próxima à escola, que depois veio a ser identificado como sendo tio de Guilherme.

Segundo o que já foi apurado, os jovens frequentavam o fórum Dogolachan há mais de um ano, e vinham tornando público os planos sobre o atentado. Lá, eles receberam informações de onde conseguir armamento e até dicas táticas de como cometer os assassinatos.

A polícia ainda investiga a motivação dos crimes, porém, se ficar provado que os integrantes do fórum tiveram participação efetiva no ocorrido, eles serão punidos sob acusação de organização criminosa, ou até mesmo por participar da chacina.

Fórum Dogolachan

O fórum que era frequentado pelos assassinos é conhecido por reunir pessoas que discutem abertamente assuntos como prática de crimes, violação de direitos humanos, além de racismo e misoginia. A plataforma pode ser encontrada na “Deep Web” e é muito difícil de rastrear qualquer um dos membros justamente pela criptografia utilizada.

Após o ocorrido, a dupla passou a ser tratada como heróis pelos frequentadores do fórum. Alguns ainda disseram que planejam algo parecido. O fórum surgiu em 2013, e está ligado a Wellington Menezes de Oliveira, que matou 12 crianças no Massacre de Realengo.

No fórum, Wellington é tratado como um herói, bem como a dupla de assassinos está sendo tratada agora. Esse fato está levantando outra questão importante: se a necessidade de reconhecimento foi o que motivou a dupla a cometer o ataque à escola.

Via: G1

Deep web fórum
Compartilhe com seus seguidores

Recomendados pra você