VPN

Eis por que não devemos confiar em VPNs gratuitas

Rene Ribeiro 29/11/2018 10h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

VPNs gratuitas são boas demais para ser verdade. Você pode baixar uma variedade de aplicativos VPN gratuitos da Google Play ou da App Store, mas não é nada seguro. Neste artigo, explico como as VPNs funcionam, quais são as razões para utilizá-las e como saber quais valem a pena baixar.


Como funciona uma VPN

Uma Rede Privada Virtual , ou VPN, na sigla em inglês, criptografa todo o tráfego enviado pela sua conexão de Internet e o envia para um servidor VPN remoto. Tudo passa pelo servidor VPN.

Por exemplo, você está no Brasil e se conecta a um servidor VPN localizado no Reino Unido. Em seguida, você acessa sites como o Google e o Facebook. Seu tráfego de navegação na web é enviado pela Internet através de uma conexão criptografada ao servidor VPN.

Assim, seu operador de rede local ou provedor de serviços de Internet não pode ver que você está se conectando ao Google ou ao Facebook. Eles só vêem uma conexão criptografada indo para um endereço de IP no Reino Unido. O Google e Facebook apenas reconhecem como um acesso originado no Reino Unido.

Por que você deve usar uma VPN

As pessoas usam servidores VPN por diversos motivos. Elas mantêm sua atividade de navegação privada de seu provedor de serviços de Internet, por exemplo. Se o governo local censurar a Internet, uma VPN permitiria que você ignorasse a censura e navegasse como se estivesse em qualquer outro país em que o servidor VPN estivesse localizado. As VPNs também permitiriam que você usasse pontos de acesso Wi-Fi públicos sem a ameaça de espionagem.

Por razões legais, muitas pessoas usam VPNs para ocultar o tráfego de BitTorrent, fazendo com que sua atividade de torrent pareça ocorrer em outro país.

Uma VPN também pode permitir que você acesse serviços restritos geograficamente. Por exemplo, se você está no Brasil e usa um serviço de VPN que direciona para o Reino Unido, poderia acessar a BBC. Outro exemplo: é possível acessar a Netflix dos EUA aqui do Brasil se você usa uma VPN que direciona seu computador como se estive lá. Ela mascara o endereço do seu computador.

Seus dados ficam nas mãos das VPNs

Portanto, uma VPN impede que o seu provedor de serviços de Internet ou alguém que use sua rede Wi-Fi bisbilhote sua navegação. Porém, isso não significa que a operadora do servidor VPN não seja espionada.

Quando os dados saem da VPN, o operador do servidor VPN pode ver os sites que você está acessando. Se você estiver acessando sites HTTP não criptografados, o operador VPN poderá ver todo o conteúdo das páginas. O operador pode manter registros nesses dados ou vendê-los para fins de publicidade.

Resumindo: Quando você usa uma VPN, você está impedindo que alguém espione seu tráfego. Mas você está permitindo que o provedor de VPN veja o que você está fazendo. Então, por que você confiaria em um provedor de VPN gratuito do qual nunca ouviu falar? A dica é nunca usar apps ou serviços web de redes privadas virtuais gratuitas.

Uma investigação recente da Metric Labs chamou a atenção para esse problema, descobrindo que a maioria dos aplicativos VPN gratuitos tem links para a China e 86% deles tinham políticas de privacidade insatisfatórias. Alguns declararam explicitamente que transferem dados do usuário para a China. A maioria deles tinha e-mails de suporte ao cliente apontando para contas de e-mail pessoais genéricas em serviços como o Gmail ou o Hotmail.

Se você estiver usando uma VPN para navegar com privacidade ou quer escapar da censura na Internet, provavelmente não vai desejar usar uma VPN baseada na China.

A bem da verdade é que não é nada bom usar uma VPN desconhecida que esteja hospedada em um país com um governo repressivo, como é o caso da China, pois a empresa de VPN pode estar apenas capturando e vendendo seus dados.

Qual serviço que você deve utilizar?

Fique longe de VPNs gratuitas. Custa dinheiro par as empresas hospedarem um servidor VPN e pagarem pelo tráfego, então por que essa empresa lhe daria um serviço gratuito sem obter retorno?

Como uma VPN gratuita para uso ocasional, é recomendado o Tunnelbear. Ela tem um plano gratuito de 500MB de dados por mês e oferece planos pagos mensais ou anuais. Portanto, é confiável porque é paga, mas oferece 500MB por mês como amostra grátis. Indico essa VPN para uso em casos de emergência.

Se você vai usar uma VPN para privacidade, torrents, driblar censura ou contornar as restrições geográficas para acessar serviços online, recomendo fazer algumas pesquisas e pagar por um serviço que você acredita ser confiável. Para tanto, nossa equipe já preparou uma lista com dicas de serviços de VPN seguras.

Reforçando: seu provedor de VPN fica entre você e todo o seu tráfego online, e eles podem vê-lo. Você deve encontrar uma empresa com uma sólida política de privacidade e reputação. E poucos serviços honestos nesse mundo são grátis.

Se você deseja privacidade e anonimato, você deve conferir o Tor. O Tor é um navegador gratuito, mas não é nem de longe tão veloz quanto uma VPN. Não é algo que você gostaria de usar por muito tempo para navagar na Internet.

Se você é um usuário avançado, considere configurar sua própria VPN. Pague pela hospedagem em um servidor ou serviço de nuvem, instale um servidor VPN e conecte-se a ele. Você é agora seu próprio operador de VPN - embora o serviço de hospedagem possa espioná-lo. Infelizmentem não há como escapar disso.

Assim como você está sempre depositando confiança em alguém, então também escolha com cuidado seu serviço de VPN (ou empresa de hospedagem).


Dicas VPN
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você