Steven Spielberg

Produções do Netflix poderão concorrer ao Oscar em 2020

Maria Dourado, editado por Rui Maciel 24/04/2019 18h58
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A decisão da Academia veio depois do Departamento de Justiça norte-americano pressioná-la para manter as regras como estão. As mudanças sugeridas por Steven Spielberg poderiam violar as leis antitruste

As produções do Netflix ou de outras plataformas de streaming não serão proibidas de concorrer ao Oscar. A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas rejeitou as sugestões — bem restritivas — de Steven Spielberg e outros integrantes dos tradicionais estúdios de cinema a respeito da elegibilidade de obras para os prêmios anuais. Curiosamente, a decisão veio após uma carta do Departamento de Justiça dos Estados Unidos. No texto, a Academia foi alertada que a exclusão dos filmes da plataforma de streaming poderia violar leis antitruste no país.


O Conselho de Governança da Academia aprovou as regras para o Oscar de fevereiro de 2020 e deixou as exigências de elegibilidade inalteradas. Como já acontece, filmes de longa-metragem devem ser exibidos por pelo menos uma semana em um cinema do condado de Los Angeles para serem elegíveis. Esse foi um dos obstáculos que filmes produzidos pela Netflix, como Roma, encontraram em seu caminho. Propostas para exigir exibições de pelo menos quatro semanas foram rejeitadas.

"Apoiamos a experiência teatral como parte integrante da arte do cinema, e isso pesou muito em nossas discussões", disse o presidente da Academia, John Bailey, em um comunicado divulgado ontem. "Nossas regras atualmente exigem exibição no cinema e permitem que uma ampla seleção de filmes seja submetida à consideração do Oscar. Planejamos estudar mais profundamente as mudanças que ocorrem em nossa indústria e continuar as discussões com nossos membros sobre essas questões."

A regra inalterada mantém a elegibilidade para filmes lançados em mídia não-cinematográfica (por exemplo, serviços de streaming, TV a cabo e outras mídias) "no primeiro dia de sua temporada classificatória para o condado de Los Angeles”. Como antes, os filmes não serão elegíveis se receberem sua primeira distribuição pública de qualquer outra forma que não seja um cinema.

Muito disso se deve a pressão do governo americano sobre a Academia para que a regra seguisse inalterada. "No caso da Academia — uma associação que inclui vários concorrentes em suas filiações — a conduta de estabelecer certos requisitos de elegibilidade para o Oscar que eliminem a competição sem justificativa, pode levantar preocupações antitruste", disse o chefe antitruste do DOJ, Makan Delrahim, à Academia. Tempo.

Em fevereiro deste ano, um porta-voz de Spielberg disse ao IndieWire que o diretor planejava apoiar as restrições sobre a elegibilidade de filmes distribuídos principalmente por meio de plataformas de streaming, como o Netflix. Spielberg afirmou, em março de 2018, que "uma vez que você se comprometa com um formato de televisão, você é um filme de TV", e que tal filme poderia merecer um Emmy "mas não um Oscar". “Filmes que meramente cumprem a qualificação "token" de uma semana em um cinema não deveriam ser elegíveis para o Oscar”.

Spielberg é membro do Conselho de Governança da Academia, mas ele supostamente não compareceu à reunião de ontem e permaneceu em silêncio sobre o assunto nos últimos dois meses. 

 "Quero que as pessoas encontrem seu entretenimento de qualquer forma ou da forma que lhes convenha,, seja na 'tela grande' ou na 'tela pequena'", disse Spielberg em entrevista ao The New York Times. "No entanto, sinto que as pessoas precisam ter a oportunidade de deixar a vida segura e familiar e ir a um lugar onde possam sentar-se na companhia de outros e ter uma experiência compartilhada. Chorar juntos, rir juntos, ter medo juntos, para que, quando acabar, eles se sintam um pouco menos como estranhos ", continuou. "Quero ver a sobrevivência dos cinemas. Quero que a experiência cinematográfica permaneça relevante em nossa cultura".

Streaming Netflix
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você