Proteste processa Apple e Samsung por propaganda enganosa

A associação de consumidores Proteste entrou nesta semana com uma ação civil pública no Foro Central Cível de São Paulo contra a Apple e a Samsung por propaganda enganosa. De acordo com o órgão, as fabricantes estão oferecendo ao consumidor a memória interna de celulares e tablets menor do que o anunciado. O processo pede que as empresas paguem indenização por perdas e danos correspondente ao valor de cada GB de memória livre não entregue.

Entenda o caso

De acordo com a PROTESTE, o objetivo é evitar que o consumidor seja prejudicado. "O próprio sistema operacional do aparelho e os aplicativos a ele incorporados ocupam espaço na memória interna, gerando menor espaço disponível do que o original instalado e que, apesar disso, é anunciado como existente para uso do consumidor. E os aplicativos não são removíveis", declara a associação, em comunicado.
Além da alteração de toda a propaganda realizada nos meios de comunicação, a ação pede que as companhias paguem uma indenização que será revertida para um fundo criado pela Lei de Ação Civil Pública.

Confira os dados reais dos produtos das fabricantes:

iPads
Reprodução 
iPhones
Reprodução
Tablets Samsung

Reprodução
Smartphones Samsung
Reprodução

 

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ