Python

Python dispara entre capacidades mais procuradas em vagas de emprego

Renato Santino, editado por Maria Lutfi 22/11/2019 18h40
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Pesquisa nos EUA mostra que busca por profissionais habilitados a trabalhar com a linguagem de programação mais do que dobrou em cinco anos

O mercado de tecnologia está sempre mudando, e é sempre interessante conhecer as tendências para se adequar às novas demandas. Uma pesquisa nos Estados Unidos dá um panorama interessante sobre as novas capacidades exigidas dos trabalhadores do setor.


Sim, os conhecimentos mais buscados no país ainda são velhos conhecidos: Java e SQL. No entanto, o site de recrutamento Indeed.com notou um crescimento interessante do Python, uma linguagem de programação que tem ganhado força nos últimos anos.

De acordo com a pesquisa mostra que em setembro de 2014, a procura por profissionais capacitados em Python era modesta: apenas 8% das vagas exigiam o conhecimento. No entanto, cinco anos depois, o número subiu para 18%, bastante próximo do Java, com 20,8% e do SQL, com 21,9%.

Um ranking da consultoria Redmonk mostra que, em 2019, o Python aparece como a terceira linguagem mais popular entre desenvolvedores com base em informações coletadas no GitHub e no Stack Exchange, duas comunidades importantes para programadores. O interesse por parte dos desenvolvedores reflete um aumento da procura pelas empresas.

O aumento no interesse pelo Python tem a ver com o avanço da ciência de dados, cada vez mais necessária em múltiplos setores. A linguagem também se mostra interessante para quem quer mergulhar na tecnologia de aprendizado de máquina, que é um dos núcleos da inteligência artificial, que se tornou um dos termos mais importantes da indústria nos últimos anos.

Nuvem

A computação em nuvem também ganha força como exigência para desenvolvedores, o que faz sentido já que divisões de cloud em companhias como Microsoft e Amazon têm visto seu faturamento com o setor disparar nos últimos anos.

Dentro deste universo, a maior demanda é por profissionais capacitados para trabalhar com o AWS (Amazon Web Services), a plataforma da Amazon que lidera com grande folga esse mercado.

Cerca de 14% das vagas listam o conhecimento para lidar com a AWS como exigência, sendo que em setembro de 2014 apenas 2,7% dos anúncios de emprego listavam essa capacidade.

A procura pelo AWS aumentou, mas a plataforma não foi a única a crescer. A plataforma Azure da Microsoft também se tornou um item bastante buscado por empregadores, ainda que em uma proporção menor. Atualmente, o item aparece em 6,9% das vagas, contra 0,6% de 2014, bastante a frente do Google Cloud Platform, no terceiro lugar, com 0,8% das vagas.

Carreira Programação Python
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você