Nubank

Nubank ainda dá prejuízo milionário, mas receitas da empresa disparam

Maria Dourado, editado por Renato Santino 01/04/2019 15h50
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A receita do unicórnio brasileiro aumentou 117% e seu prejuízo caiu 14,3%

O Nubank anunciou os resultados referente ao ano fiscal de 2018 com uma notícia negativa, mas muitas positivas. A parte ruim é que a empresa ainda é deficitária: a startup acumulou um prejuízo de R$ 100,3 milhões no período. A parte positiva é que o prejuízo diminuiu 14,3% em comparação com 2017, ao mesmo tempo em que as receitas dispararam, o que indica que a empresa está no caminho certo.


A receita anual foi de R$ 1,23 bilhão, o que é o mais do que o dobro do registrado no ano anterior. O salto foi de aproximadamente 117% na comparação com 2017. Além disso, o volume de recebíveis de cartão de crédito cresceu 78% em um ano e bateu os R$ 6,9 bilhões. Isso significa que o Nubank não aumentou apenas a quantidade de clientes, mas sim o uso de seus serviços — o que é extremamente importante para a empresa, já que ela ganha um percentual do valor de cada compra.

Sobre a provisão para créditos de liquidação duvidosa, essa taxa teve queda de 6,9%. Isso indica que o Nubank precisou reservar menos dinheiro para cobrir inadimplências e atrasos de pagamento.

A empresa ainda tem sofrido com aumento de despesas consideráveis, o que inclui custos de marketing, manutenção e recursos humanos, expandido consideravelmente sua equipe, com 400 vagas abertas apenas em janeiro. No entanto, estes custos de expansão têm se mostrado efetivos para aumentar a base de clientes e serviços oferecidos, o que será importante para que a companhia finalmente chegue à lucratividade.

O Nubank é um dos primeiros "unicórnios" brasileiros, como são conhecidas, no jargão do Vale do Silício, as startups que alcançam valor de mercado igual ou superior a US$ 1 bilhão. A marca foi alcançada ao longo de 2018 e logo foi deixada para trás com um novo investimento da Tencent, que colocou seu valor na casa dos US$ 4 bilhões.

Entre os novos serviços que a empresa está oferecendo estão empréstimos, que já era esperado há algum tempo. Além disso, o Nubank começou a expandir a função de débito de seu cartão vinculado à NuConta, fazendo com que o serviço se tornasse mais atraente para seus clientes. 

 

startup startups nubank FINTECHS balanço
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você