Reconhecimento facial do Galaxy S8 pode ser enganado com uma foto

A Samsung fez questão de tornar o Galaxy S8 um prato cheio para quem se preocupa com segurança. O smartphone é repleto de sistemas de autenticação, como sensor de impressões digitais, scanner facial e até um leitor de íris. Contudo, pelo menos um desses sistemas não é tão seguro quanto se imaginava.

O site espanhol Marcianophone fez uma transmissão ao vivo pelo Periscope no dia do anúncio do Galaxy S8 mostrando as novidades do aparelho. No vídeo, os blogueiros decidiram testar o reconhecimento facial embutido no celular usando a foto do dono em vez do rosto dele de verdade.

Resultado: após alguns segundos, o Galaxy S8 acabou se desbloqueando, por acreditar que a foto do usuário era o seu rosto de verdade. Trata-se de um grave risco de segurança para quem depende dessa forma de autenticação e não quer que um estranho tenha acesso ao seu celular apenas com uma selfie.

O problema é que esse tipo de tecnologia, pelo menos em celulares, nunca foi lá muito confiável. Por isso a Samsung e outras fabricantes recomendam que os usuários utilizem mais de um método de autenticação, de preferência um PIN ou impressões digitais.

No caso do S8, a novidade é o scanner de íris, que promete ser mais confiável do que o scanner facial - e, nesse caso, ainda não temos notícias de golpes. Além disso, o Galaxy S8 só começa a ser vendido em 21 de abril. Isso significa que a fabricante ainda tem tempo para aprimorar o sistema antes que ele chegue ao público.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ