Reuters cria modelo de vídeo de notícias automatizado usando deepfake

Sistema possui um apresentador 'virtual' que monta automaticamente seus próprios roteiros, a partir de fotos e dados de jogos esportivos, em tempo real

Renato Mota 10/02/2020 18h02
Apresentador deepfake da Reuters
A A A

Quase nenhuma profissão sobreviverá ilesa à Era da Informação – especialmente o jornalismo. O modelo de negócios do consumo de notícias já vem sofrendo fortes abalos, mas o novo alvo agora podem ser os próprios produtores e apresentadores de noticiários. A Reuters e a startup Synthesia lançaram um projeto que usa a tecnologia do estilo “deepfake” para gerar notícias automatizadas em tempo real.


O sistema cria um apresentador "virtual" totalmente programável, combinando imagens de vídeo de um apresentador humano com tecnologia de Inteligência Artificial. Ele apresenta resumos de jogos esportivos usando fotografias e dados da Reuters para fornecer informações e comentários importantes sem nenhum script, edição ou produção humana.

O protótipo usa as fotos em tempo real dos jogos de futebol da Premier League com feeds de dados dos jogos para produzir o conteúdo dos vídeos. A Reuters também usa esses dados e a tecnologia da IA ​​para criar automaticamente vídeos legendados com resumo de partidas para uso em mídias sociais.

Com o sistema, é possível ter dez ou vinte vídeos diferentes "ao vivo" que simultaneamente mostram a mesma "pessoa" atualizando os espectadores com a pontuação em tempo real para diferentes eventos esportivos. A Reuters reafirmou que este é apenas um protótipo e não necessariamente um recurso que pretende implementar o projeto em suas coberturas.

Via: The Next Web/Reuters

Jornais Inteligência Artificial Deepfake
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!

Recomendados pra você