Review da 55NANO86: smart TV da LG impressiona na qualidade da imagem

Nova Smart TV NanoCell da LG cumpre o que promete ao trazer cores bem vivas, mas o seu acabamento e som poderiam ser um pouco melhores. Confira o que achamos dela!

Alvaro Scola 15/10/2020 17h03
LG 55NANO86
A A A

A LG é uma das marcas com mais tradição no segmento de televisões, sendo que neste ano ela lançou alguns aparelhos com painéis do tipo Oled. Já neste mês de outubro, a LG volta a investir no lançamento de televisões com a tecnologia Nanocell, que promete cores mais vivas e fiéis para os conteúdos reproduzidos nelas.


O Olhar Digital teve o acesso a um destes novos modelos, sendo ele o 55NANO86, que como o nome sugere é de 55 polegadas e com resolução UHD (4K). A seguir, confira a nossa análise para saber todos os prós e contras da LG 55NANO86.

Design, acabamento e conexões

Assim como a linha Oled, os aparelhos da linha NanoCell da LG possuem um acabamento premium, mas diversas diferenças podem ser vistas entre eles. A 55NANO86 usa um tipo de aço escovado como material para a sua base, que fica disposta em um tipo de arco e exige que o seu rack ou outro móvel tenha um bom espaço.

Reprodução

Apesar de ser bem bonita e demonstrar uma boa resistência, ainda na questão da base é necessário realizarmos uma crítica. A base da 55NANO86 não deixa o produto muito "firme", já que a TV em si balança bastante por conta até mesmo de pequenos movimentos como na hora de, por exemplo, conectar um cabo, pendrive ou outros acessórios.

Já um diferencial visto neste modelo em comparação a outros aparelhos fica para "ângulo" da TV, que fica um pouco inclinada. De forma geral, caso você tenha uma boa distância, a diferença vista aqui é positiva e agradável, entretanto, quem for utilizar a 55NANO86 em um móvel mais baixo pode acabar incomodado.

Reprodução

As conexões da 55NANO86 ficam divididas entre a sua lateral direita e a parte traseira, que possui um espaço (visto na imagem acima) em que você pode esconder e organizar os cabos. A seguir, confira a lista de conexões do aparelho:

  • 4 portas HDMI 2.1;
  • 2 portas USB;
  • 1 entrada para cabo de rede;
  • 1 saída óptica;
  • 1 entrada para vídeo composto (depende de adaptador).

Por sua vez, para o controle remoto, a LG continua a apostar na tecnologia Smart Magic, que permite usá-lo como se fosse o cursor de um mouse. O controle responde bem aos comandos e conta com atalhos para abrir a Netflix e a Amazon Prime, além de trazer um microfone embutido para poder chamar o Google Assistente e a Alexa.

Reprodução

Sistema da televisão

Para o sistema, aqui a LG adota o WebOS como a sua solução, que clientes da marca já devem estar acostumados a ver faz um tempo. De forma geral, após fazer a configuração inicial do aparelho, ele já vem praticamente pronto para usar com os principais aplicativos de streaming da atualidade instalados, que é claro, só precisarão dos dados dos logins de sua conta para funcionar corretamente.

Reprodução

Por sua vez, a loja de aplicativos do WebOS também se mostra bem completa e traz diversos programas famosos, como por exemplo o Plex, que é utilizado por muitas pessoas para ter uma central multimídia mais "caseira".

Para a parte de comandos de voz, assim como mencionamos anteriormente, o Web OS traz o Google Assistente e também a Alexa da Amazon. Aqui, enquanto o Google Assistente se mostra mais integrado aos aplicativos que vem pré-instalados na TV, a Alexa oferece outras possibilidades interessantes, como escutar notícias de diversos portais, sem contar a possibilidade de ter "skills" adicionadas para realizar novas ações. Inclusive, caso você tenha um outro produto com a assistente da Amazon, você pode pedir para ele desligar a sua TV mesmo sem estar com o controle ou perto dela.

Assim como já vem realizando com televisões de outras linhas, a LG também manteve aqui o suporte ao Airplay, para que pessoas possam espelhar o conteúdo de aparelhos da Apple na telona.

Já para a questão do processamento, a 55NANO86 vem com o processador α7 de terceira geração. De forma geral, eu gostei bastante do seu poder de processamento. Mesmo ao instalar alguns aplicativos, em nenhum deles eu pude sentir alguma lentidão. Inclusive, o mesmo vale para os momentos em que usei funções das assistentes virtuais, que também não apresentarem qualquer engasgo.

Por fim, de volta ao sistema, no "Painel de Controle" da televisão, você pode adicionar outros dispositivos para serem controlados diretamente pela 55NANO86.

Imagem e som

Um dos principais pontos a serem levados em consideração na hora de comprar uma televisão fica por conta de sua imagem. E, nesse quesito, a 55NANO86 da LG faz bonito, que mesmo sem ter painel do tipo OLED, ainda consegue exibir ótimos tons de preto.

De forma geral, a LG cumpre o que promete com a tecnologia Nanocell e, mesmo sem realizar muitos ajustes iniciais, a 55NANO86 já exibe por padrão cores bem vivas com um ótimo nível de brilho. Inclusive, um detalhe positivo, é que novamente em comparação ao modelo OLED deste ano da marca, a 55NANO 86 consegue apresentar cores com um maior nível de fidelidade.

Reprodução

Ainda para melhorar a qualidade da imagem, a 55NANO86 da LG, através da inteligência artificial, consegue identificar qual tipo de conteúdo está sendo reproduzido para fazer a sua otimização de forma automática.

Já o ângulo de visão da 55NANO86 é apenas bom, já que as suas bordas são um pouco mais grossas do que já vimos em outros produtos e as vezes a visualização de um conteúdo pode ser levemente prejudicada. Quem também poderá enxergar este modelo como uma opção é o público gamer já de olho na nova geração de consoles, uma vez que a 55NANO86 tem o suporte a frequências de até 120 Hz na resolução 4K, além de contar com o AMD FreeSync e o HGiG, um tipo de HDR mais específico para os games.

No que diz respeito ao som, a 55NANO86 conta com falantes que têm a potência de 20 W e tem o suporte a tecnologia Dolby Atmos. Aqui, o aparelho da LG faz um bom serviço e apresenta um som com bons médios e um volume decente. Ainda assim, o som deste modelo acaba devendo um pouco nos graves, mesmo quando o Dolby Atmos está ativo para incorporar o som de alguns efeitos sonoros.

Ainda na questão de qualidade e som, vale lembrar que a 55NANO86 também conta com as tecnlogias Dolby Vision e Atmos. Ao testá-las, pessoalmente, o Dolby Vision não chegou a me impressionar tanto com resultados que ficaram ainda parecidos. Entretanto, o Dolby Atmos, como mencionado acima, foi capaz de melhorar um pouco o áudio do aparelho, ainda que os graves ficassem um pouco apagados.

Preço e disponibilidade

A 55NANO86 foi lançada de forma oficial no Brasil no dia 15 de outubro, mas já estava à venda em algumas lojas online. O preço da TV varia de R$3.759,00 até R$ 4.000,00.

Conclusão

A 55NANO86 da LG foi uma das TVs que mais nos impressionou até este momento em 2020 por conta da sua imagem, que realmente oferece tons de cores bem vivos e que não são "agressivos" aos olhos. Não apenas isso, o novo processador da LG, o α7 de terceira geração, consegue oferecer um bom poder de processamento e isto é algo que nós havíamos criticado no modelo NanoCell da marca do ano passado.

Já em relação aos contras, o primeiro vai para o acabamento da televisão, que como mencionamos na análise, não deixa o aparelho muito firme em sua base. E, o segundo vai para o som, que apesar de se mostrar bem limpo e competente no volume, deixou a desejar nos efeitos sonoros e graves, mesmo com as novas tecnologias ativadas.


LG TV review Smart TV UHDTV reviews TV 4k tvs 4k
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!.

Recomendados pra você