i7s

Review do i7s: uma réplica chinesa do Airpod que não vale os 50 reais gastos

Alvaro Scola 15/03/2019 19h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Réplica dos fone de ouvido sem fios da Apple acaba decepcionando em diversos aspectos

Os fones de ouvido sem fio da Apple, os Airpods, acabaram chamando bastante atenção ao serem lançados por não terem nenhum tipo de fio, criando uma nova tendência. Como não poderia ser diferente, algumas réplicas começaram a aparecer no mercado para simular a mesma experiência por um valor mais acessível.


Este é o caso do fone de ouvido i7s da TWS, que é Bluetooth e não possui nenhum tipo de fio para segurar seus falantes. Para saber se este produto vale a pena, o Olhar Digital obteve acesso a uma unidade dele e traz logo abaixo quais foram as impressões sobre ele com os seus principais prós e contras.

Acabamento

Olhando o produto pela primeira vez, a réplica realmente pode enganar quem nunca teve um contato com os Airpods, entretanto, ao prestar um pouco mais de atenção algumas diferenças já podem ser notadas. Uma delas, por exemplo, fica justamente no tamanho destes fones de ouvido, que apesar de serem maiores, são mais leves do que o produto da Apple.

Reprodução

Outra diferença vista na caixa que vem para carregar os fones, além do peso, também fica por ela não possuir aquele sistema de magnetismo, que ajuda a abrir e fechar a sua tampa. É claro, a entrada para carregá-la é via um cabo micro USB e não via Lightning, a entrada de produtos do iPhone, iPad etc.

Reprodução

O material usado em todo o produto é de plástico, apenas com um pequeno detalhe de metal na base dos próprios fones que o acoplam a sua base para seu carregamento.

Conforto

Diferente do que se possa imaginar, este fone realmente fica bem colocado no ouvido e em meus testes, não tive a sensação de que ele fosse cair em momento algum. Mesmo ao estar em movimento constante, ele se manteve bem preso. Além disto, apesar de ele não trazer borrachinhas para um melhor encaixe, ele também não é desconfortável e não lhe machuca, possuindo um tamanho agradável.

Reprodução

O i7s segue o estilo intra-auricular, ou seja, ele procura isolar a maior parte do som do ambiente externo enquanto tampa a maior parte do canal do ouvido. Ao compará-lo aos Airpods originais, também pode-se notar que os fones trazem menos partes para a saída de áudio, algo que até compromete um pouco da qualidade do som, conforme será explicado melhor abaixo.

Agora, se a sua preocupação é com a discrição, você talvez não encontre por aqui a melhor das opções. Enquanto está ligado, os mesmos LEDs utilizados para o pareamento do fone continuam a piscar, então, você estará sempre chamando a atenção de pessoas ao seu redor com luzes azuis sendo emitidas pelo dispositivo.

Reprodução

Outra parte problemática e um pouco estranha foi ao voltar em usar o fone após deixa-lo desligado. Por algum motivo, ao tirá-lo de sua caixa responsável pelo carregamento, o par de fones estava ligeiramente quente, não a ponto de poder queimar, mas não havia um motivo para isto.

Bateria

Uma das grandes preocupações ao se optar por um fone de ouvido sem fio é em relação a autonomia da bateria e, neste quesito, o i7s acaba decepcionando bastante. Utilizando o par de fone de ouvidos com uma carga completo, a duração de sua bateria gira apenas em torno de 2 horas e meia, um número bem baixo para qualquer fone da categoria.

Além deste problema, o tempo para dar uma carga completa no fone é um pouco incerta. Ao deixá-lo conectado em uma porta USB, um LED vermelho fica aceso para indicar que ele está carregando, sendo que ele possui dois LEDs, ou seja, um deles deveria acender para indicar que a carga está completa. Entretanto, mesmo ao deixá-lo por mais de duas horas sendo carregado, o tempo quase total de sua autonomia, este LED não acendeu, mas ao parear o fone com o celular, a sua carga estava completa.

Reprodução

Mais um contra ainda relacionado a bateria do aparelho, é que quando a sua carga está chegando perto do fim, o fone começa a apresentar falhas. Geralmente, em outros fones Bluetooth, você escuta um bip ou outro tipo som para indicar que a carga está perto do fim. Além disto, esta falha ocorre apenas alguns minutos antes do fone ser desligado por completo, o que lhe deixa com pouco tempo de reação.

Som, microfone e desempenho

Uma das tarefas mais difíceis de serem executadas com este fone de ouvido é justamente algo essencial, o seu pareamento. Quando você quer utilizar o par de fones, é necessário manter pressionado junto os seus botões de sincronizar e, então, soltá-los para localizar o dispositivo no celular. Se você está em um lugar movimentado, como no transporte público, por exemplo, esta tarefa se prova bem difícil. Ao menos, um ponto positivo, é que este fone é compatível com o Android e o iPhone.

Apesar dos fones se encaixarem bem nos ouvidos, ao serem segurados na mão eles se provam bem escorregadios. Além disto, não será incomum você ter que repetir o processo de pareamento mais de uma vez para que o par de fones funcionem juntos. Muitas vezes, você vai acabar se decepcionando ao completar todo o processo para o som sair em apenas um dos lados.

A qualidade do sinal do fone é decente e você consegue escutá-lo sem grandes problemas, mesmo ao colocar o celular um pouco distante dele. Entretanto, mesmo sendo eficiente nesta situação, o fone é um tanto quanto sensível ao ser tocado. Ao dar algumas pequenas ajustadas em sua posição enquanto ele estava em minha orelha, o sinal do fone era interrompido, então, se você usar um capuz ou algo que lhe tampe o ouvido, esteja ciente de que problemas deste tipo podem surgir.

Já no que diz respeito a qualidade sonora dele, mais uma vez ele deixa a desejar. O volume do fone não é muito alto, mas pelo menos é o suficiente para conseguir isolar os sons do ambiente externo. Entretanto, logo é notado que o design do fone não foi muito bem projetado, uma vez que o som dele acaba vazando bastante.

Ao escutar músicas ele tem um grande problema de não conseguir ter destaque em uma característica específica. Por exemplo, tanto os sons agudos como os graves acabam bem apagados e o mesmo pode ser dito para a voz dos artistas. E, mesmo ao mexer no equalizador do seu reprodutor de músicas, o resultado final não é muito alterado. Desta forma, se você preza por escutar as músicas com ênfase em algo como a batida ou um destes tópicos mencionados, a experiência será ruim.

Agora, se você pretende utilizá-lo para chamadas, saiba que ao menos o seu microfone funciona muito bem e a sua voz sai até com certa nitidez. Entretanto, quando utilizado para ligações, mesmo ao ter o par conectado ao seu telefone, o som da chamada sairá apenas por um dos pares.

Preço e disponibilidade

Este fone de ouvido não foi oficialmente lançado no Brasil, mas pode ser encontrado em diversas lojas virtuais com o preço em torno de 50 reais.

Conclusão

Diferente de alguns outros modelos testados pelo Olhar Digital como o S530, este fone de ouvido apesar de seus contras até que funciona bem. A qualidade sonora dele deixa bastante a desejar, ainda mais se você for levar em consideração que ao pagar um pouco mais, você pode obter um fone de ouvido Bluetooth de entrada de marcas mais renomadas.

Outro grande contra do fone de ouvido também fica pela sua bateria com baixa autonomia e um método de parear complicado. Mesmo ao seguir o processo para conectar o par de fones ao celular, você acabará somente com um dos lados dele funcionando na maioria das vezes.

Desta forma, não é possível recomendar o fone i7s da TWS. Ele até pode servir para o caso de emergências, mas não substitui com qualidade qualquer fone de ouvido Bluetooth de entrada e muito menos chega perto da qualidade de um Airpod, é claro.


Bluetooth review Fones de ouvido fone de ouvido
Compartilhe com seus seguidores

Recomendados pra você