Rolls-Royce fará as turbinas de novo avião supersônico de passageiros

O Overture, que começa a operar em 2030, poderá ir de Londres a Nova York em três horas e 15 minutos

Renato Mota 30/07/2020 18h07
Overture
A A A

A Boom Supersonic e a Rolls-Royce anunciaram nesta quinta-feira (30) um acordo de fornecimento do sistema de propulsão das aeronaves supersônicas Overture. Equipes das duas empresas trabalharão juntas para desenvolver a turbina do avião de passageiros que promete viajar duas vezes mais rápido que o som.


A expectativa é que o Overture comece a operar em voos comerciais em 2030. A aeronave transportará de 55 a 75 passageiros (contra 92 a 120 do Concorde) a até 2,2 vezes a velocidade do som (Mach 2.2), em 500 rotas transoceânicas nas quais sua velocidade será um diferencial.

Com ele, será possível ir de Londres a Nova York em três horas e 15 minutos, um trajeto que em uma aeronave comercial atual, como um Boeing 747, leva em média seis horas e 13 minutos. A aeronave está sendo projetada com as mais novas tecnologias de redução de ruído, mas só voará em velocidade supersônica sobre os oceanos, para evitar que o "estampido sônico" perturbe os habitantes de áreas povoadas.

Sustentabilidade, inclusive, é uma das prioridades da parceria. As duas empresas reconhecem que as viagens supersônicas de passageiros devem ser compatíveis com um futuro líquido de carbono zero, e garantem que trabalharão juntas para acelerar a inovação de maneira sustentável.

"Nos últimos anos, tivemos uma série de colaborações e colaborações valiosas com a Rolls-Royce para estabelecer as bases para a próxima fase do desenvolvimento", disse Blake Scholl, fundador e CEO da Boom. "Compartilhamos um forte interesse em voos supersônicos e em estratégias de sustentabilidade para a aviação com a Boom", completou Simon Carlisle, diretor de estratégia da Rolls-Royce.

Cada Overture custará US$ 200 milhões, e a Boom já recebeu o equivalente a US$ 6 bilhões em pedidos em pré-venda. Entre os compradores estão o grupo Virgin e a Japan Airlines (JAL), que em 2017 investiu US$ 10 milhões na empresa. A Boom Supersonic anunciou que irá apresentar em 7 de outubro o XB-1, uma versão em escala reduzida (1:3) de sua aeronave, que irá começar a realizar vôos de teste em 2021.

Aviação avião supersônico avião a jato
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você