Saiba mais sobre a câmera dupla do OnePlus 5, o Android mais poderoso do mundo

Uma tendência de smartphones que começou no ano passado vem com força total em 2017: as câmeras duplas. O mais recente aparelho a adotar o esquema de duas lentes na câmera traseira é o OnePlus 5, anunciado nesta semana e que promete ser o Android mais poderoso do mundo.

Assim como o iPhone 7 Plus, a câmera dupla do OnePlus 5 tem dois sensores de especificações distintas: um deles é um Sony IMX 398, com 16 MP de resolução, pixels do tamanho 1.12 µm, estabilização eletrônica de imagem, foco automático DCAF e abertura de f/1.7. Essa é a câmera de ângulo mais aberto, usada para captar mais conteúdo dentro de uma mesma imagem.

O segundo sensor é uma lente teleobjetiva, usada para focar em certos objetos com mais detalhe, normalmente mais próximos também. Trata-se de um Sony IMX 350 de 20 MP de resolução, pixels do tamanho 1.0 µm, foco automático PDAF e abertura de f/2.6. Cada câmera pode ser usada separadamente, ou em conjunto, num sistema parecido com o do iPhone 7 Plus.

Sendo assim, a câmera de 16 MP pode ser usada para fotografar um conteúdo mais amplo, como uma paisagem ou um grupo de pessoas. A câmera de 20 MP serve para imagens de detalhes, mais próximas, como um rosto, uma flor, uma borboleta etc. É possível usar as duas em conjunto para aplicar um zoom óptico na foto, o que significa aproximar a câmera de um objeto distante sem perder qualidade ou resolução.

Outra função que a câmera dupla exerce em conjunto é a de simular um "modo retrato": aquele em que o fundo da imagem fica borrado, distante, e o objeto central, mais próximo da câmera, fica destacado e com mais detalhes. O efeito é típico de câmeras profissionais e, com câmeras comuns de smartphones, é quase impossível de ser reproduzido - a menos que você tenha um OnePlus 5 ou iPhone 7 Plus.

Só que, apesar de todos esses números e siglas, nem todo mundo pareceu impressionado com a qualidade geral das fotos feitas com o OnePlus 5. O site norte-americano The Verge, por exemplo, disse em sua análise do aparelho que a câmera, na prática, "é uma grande decepção", listando problemas como ruído na reprodução de cores, granulado em detalhes e outros defeitos.

A análise da revista Wired também tem críticas às câmeras do OnePlus 5, dizendo que, "apesar do ótimo hardware, as fotos não impressionam". Só que, hoje em dia, avaliar câmera de celular é mais uma questão de gosto pessoal do que de atributos objetivos. Tanto que o site CNET, que também teve acesso antecipado ao OnePlus 5, teve uma opinião diferente: disse que a câmera do aparelho é "excelente", especialmente em ambientes de pouca luz, e "uma das melhores do momento".

Já a análise do Engadget é um pouco mais moderada, dizendo que o conjunto de duas câmeras "funciona bem", e que a OnePlus "deve ficar orgulhosa", ainda que não seja um trabalho perfeito. Praticamente consenso entre a maioria dos reviews é de que o par de câmeras ainda não é tão bom quanto a câmera de um Google Pixel, HTC U11 ou Galaxy S8, os líderes do ranking da DxOMark.

Se você quer conferir por conta própria e fazer seu próprio julgamento quanto à qualidade dos sensores do OnePlus 5, veja abaixo algumas imagens feitas com o aparelho. Todas são de Chris Velazco, do Engadget.

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ