Samsung interrompe vendas do Galaxy Note 7 no mundo todo

Depois de várias unidades supostamente seguras do Galaxy Note 7 começarem a queimar na última semana, a Samsung se viu obrigada a paralisar a produção do aparelho. Além disso, a empresa anunciou nesta segunda-feira que também suspendeu as vendas do smartphone no mundo inteiro.

A orientação da companhia para os usuários que ainda tem um Galaxy Note 7 em mãos é que desliguem imediatamente o celular e os devolvam para a loja onde ele foi adquirido, onde podem receber um reembolso ou um outro celular.

A empresa inclusive detalha que o procedimento pode ser feito tanto para as unidades originais, que já receberam um recall oficial, quanto para as novas, que teoricamente seriam seguras. As vendas devem continuar paralisadas enquanto a empresa "investiga o caso".

A questão que fica é se o Note 7 ainda tem algum futuro. É o segundo recall pelo qual o celular passa e isso pode ser um dano gigantesco para a marca. A empresa pode até conseguir corrigir o problema, mas não seria surpresa se a Samsung decidisse cancelar definitivamente o aparelho para tentar preservar tanto a imagem da companhia quanto da linha Galaxy como um todo para manter sua divisão de tecnologia móvel saudável. Afinal de contas, o Galaxy S8 vem aí no ano que vem, e se o caso do Note 7 ainda estiver fresco na memória do público, suas vendas podem ser severamente impactadas.

Isso dito, é bom lembrar que a Samsung é uma companhia gigante, com braços em praticamente todas as áreas da tecnologia, incluindo a produção de componentes para as concorrentes. Mesmo que toda a sua divisão de celulares fosse impactada, o que não deve ser o caso, a empresa como um todo ainda poderia manter suas finanças saudáveis.

Via The Verge

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ