Samsung revela Galaxy Note 7, seu novo smartphone top de linha, por R$ 4,3 mil

Em evento simultâneo no Rio de Janeiro, Nova York e Londres, a Samsung revelou hoje o Galaxy Note 7, seu novo smartphone top de linha. O aparelho, que se enquadra na categoria "phablet" por suas grandes dimensões, chega ao mercado para brigar pelo topo do ecossistema Android e colocar mais uma pedra no sapato da arquirrival Apple. O preço sugerido é R$ 4.300.

O Note 7 sucede o Note 5, lançado em agosto de 2015. A Samsung optou por 'pular' a versão número 6 para acompanhar o padrão adotado na linha Galaxy S7 e S7 edge. Apresentar um aparelho com numeração menor poderia dar a entender para o público que se trata de um dispositivo mais modesto, o que definitivamente não é o caso.

Além da tradicional caneta S Pen, o Note 7 vem com outros recursos exclusivos. O phablet tem um inédito leitor de íris sob a tela que permite ao usuário desbloquear o aparelho através da leitura dos olhos com raio infravermelho. A tecnologia funciona com óculos de grau, mas não reconhece lentes coloridas ou óculos reflexivos, sendo que é preciso posicionar o aparelho a uma distância de 25 centímetros dos olhos. O aparelho também é à prova d'água e poeira.

Pela primeira vez, a tela de 5,7 polegadas Quad HD Super AMOLED do Note 7 é curva como a do Galaxy S7 Edge. A TouchWiz, versão customizada do Android, está menos poluída, com cores mais sóbrias e ícones mais arrendondados. Já a S Pen tem uma ponta de apenas 0,7 milímetros, a mais fina e delicada que a Samsung já produziu para a linha Note.

Um novo e remodelo app de Notas agora concentra tudo o que o usuário escreve ou rabisca com a S Pen na tela do Note 7. Além disso, a caneta funciona como um tradutor simultâneo e permite também que o usuário crie GIFs a partir de vídeos de diferentes apps. Assim como smartphone, a S Pen também é à prova d'água e poeira.

As câmeras são as mesmas do Galaxy S7: 5MP na frontal e 12MP na traseira, além de um novo e mais avançado sistema de estabilização óptica de imagem. O sensor principal também usa o Dual Pixel do S7 que garante um foco mais rápido e preciso. O Note 7 tem uma bateria de longa duração de 3.500 mAh, com suporte a carregador sem fio. A porta micro USB, por sua vez, foi substituída por um USB-C, assim como o Moto Z da Motorola. Mas também como a concorrente, o pacote do Note 7 vem com um adaptador para conexões antigas.

A memória interna do aparelho é de 64GB, com espaço para cartão microSD de até 256GB. Memória RAM, por sua vez, é de 4GB. Segundo a Samsung, a CPU é 30% mais poderosa e a GPU é 58% melhor do que o Note 5. Assim como outros aparelhos da empresa, o Note 7 terá versões com processador Snapdragon da Qualcomm (para os EUA) e com o seu próprio Exynos (para o Brasil e o restante do mundo). O Note 7 começa a ser vendido lá fora em 19 de agosto, mas só chega ao Brasil na primeira quinzena de setembro.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ