Sensor infravermelho promete acabar com filas inúteis

Boa parte das filas que se formam em comércios ou pontos de atendimento poderiam ser evitadas, seja por um sistema mais inteligente de contagem de ordem de chegada ou se as pessoas soubessem de antemão se algum lugar está cheio ou vazio. É esse o problema que o engenheiro americano Andrew Farah quer solucionar.

Ele é criador de um sensor infravermelho chamado Density, que começou a ser usado por cafeterias e outros estabelecimentos nos EUA neste mês. O sensor fica instalado sobre o batente da porta de entrada do local, registrando quem entra e quem sai e alimentando um banco de dados em tempo real.

Com uma luz infravermelha disparada e refletida no piso, o Density pode contar quantas pessoas estão num estabelecimento e até ser programado para atribuir uma ordem de entrada para elas. Desse modo, o gerente do local pode monitorar quem está na frente, quem chegou depois e até informar, pela internet, quantas pessoas estão no local.

O cliente não precisaria então se preocupar em formar uma fila, ou poderia se organizar para não visitar seu café favorito quando souber que ele está muito cheio. O sensor já é usado até por algumas centrais de atendimento da Uber nos EUA.

Via Business Insider

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ