Smartwatches devem continuar crescendo em vendas até 2022

Os smartwatches não ficaram tão populares como se pensava há alguns anos, mas isso não significa que o mercado esteja para sumir. Dados da consultoria IDC estimam um crescimento na venda de relógios inteligentes ao longo dos próximos anos, com eles superando os monitores de atividades físicas até 2022.

Em 2018, a expectativa é que a venda de smartwatches cresce 15,1% em relação ao número registrado em 2017. Ao todo, 43,6 milhões de dispositivos devem ser vendidos ao longo do ano.

Durante os próximos anos, o crescimento deve continuar. Para 2022, a expectativa é que 84,1 milhões de relógios inteligentes sejam comercializados ao redor do planeta.

Com isso, os smartwatches devem superar as pulseiras voltadas para atividades físicas nos próximos anos. Para 2018, a expectativa é que 47,7 milhões desses dispositivos sejam vendidos pelo mundo - em 2022, eles devem ficar na casa dos 48,2 milhões de unidades.

De acordo com Jitesh Ubrani, analista da IDC, as pessoas estão começando a entender a utilidade dos relógios inteligentes, e por isso a tendência é que eles se popularizem ao longo dos próximos anos. "Atualmente, o principal uso é para exercícios físicos, mas os pagamentos móveis e mensagens estão começando a ganhar força," explica o analista, que também lembra que recursos como conectividade LTE devem oferecer novas utilizações para os relógios inteligentes.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ