Streaming já é a 2ª maior audiência do país, atrás apenas da Globo

Após superar os índices dos canais pagos, serviços como Netflix também já deixaram emissoras de TV aberta para trás

Vinicius Szafran, editado por Daniel Junqueira 08/07/2020 17h15
década do streaming
A A A

Depois de superar os números de audiência da TV por assinatura, os serviços de streaming seguem tentando "derrubar" também a TV aberta.


De acordo com o UOL, durante o mês de junho, na chamada "faixa comercial" da televisão (que varia entre 7h e 0h), o consumo de streaming foi de 7,0 pontos e uma fatia de 15% do mercado no Brasil. Isso representa um décimo de ponto a mais que no mês anterior. Em outras palavras, 15 a cada 100 aparelhos de TV ligados durante a faixa comercial estavam consumindo conteúdo de streaming.

No entanto, esses números, levantados pela Kantar Ibope Media, referem-se apenas ao consumo pela televisão, desconsiderando aparelhos celulares e tablets. Portanto, o valor real deve ser ainda maior. Cada ponto nessa medição equivale a cerca de 250 mil residências sintonizadas nas 15 principais regiões metropolitanas do Brasil.

Concorrência

Dentre todas as emissoras de TV aberta, apenas a Globo teve audiência maior do que o streaming ao longo do dia (tanto nas 24 horas quanto na faixa comercial, das 7h à 0h). A emissora da família Marinho marcou 15,0 pontos de audiência e teve 32,6% do mercado.

A Record teve 12% de share e 5,5 pontos de audiência, fechando um pouco abaixo do streaming. O SBT teve 5,0 pontos e 10,8%, enquanto a Band registrou 1,5 ponto e 3,2%. Por fim, a RedeTV marcou 0,6 ponto e 1,4% do mercado.

A segunda colocação pertencia à TV por assinatura, mas o streaming apareceu com força e "tomou" a vaga. Vale ressaltar que se tratava de todos os canais de TV fechada em conjunto, o que mostra o poder do streaming. Em junho, a TV por assinatura fechou em 6,3 pontos, sete décimos abaixo do streaming.

Embora seja a mais conhecida, o streaming não se resume à Netflix. O índice também leva em conta Amazon Prime, YouTube, GloboPlay, PlayPlus e, eventualmente, até o conteúdo adulto consumido na internet (em sites de pornografia).

Por outro lado, os dados coletados não incluem o consumo da TV paga por meio de pirataria. Estima-se que quatro milhões de aparelhos sintonizam a TV pirata no país. Oficialmente, o Brasil tem cerca 15,3 milhões de domicílios com TV paga instalada legalmente. No final de 2014, esse número era de quase 20 milhões.

Entre maio e junho, com a crescente flexibilização da quarentena, o total de televisores ligados durante a faixa comercial caiu de 48% para 46%, de acordo com os dados da Kantar Ibope Media.

Via: UOL

Youtube Streaming TV por assinatura Brasil TV Netflix Globo tv paga Amazon Prime globoplay
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!

Recomendados pra você